Morfologia comparativa do diafragma do sagui-de-tufo-branco e do sagui-de-cara-branca

Autores

  • Thais Borges Lessa Universidade de são Paulo- Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n1p119

Palavras-chave:

Anatomia veterinária, Diafragma, Microscopia eletrônica de varredura, Primatas, Sagui

Resumo

Os saguis do gênero Callithrix possuem uma grande importância na área da pesquisa, não somente por sua ocorrência nos ecossistemas da América do Sul e América Central, mas também devido ao seu pequeno porte e facilidade no manejo. Objetivou-se caracterizar a ultraestrutura do diafragma de quatro animais adultos da espécie C. jacchus e quatro animais da espécie C. geoffroyi que vieram a óbito por causas naturais. Os diafragmas foram coletados, dissecados e fixados em formaldeído 10% e analisados através da microscopia eletrônica de varredura. Notou-se a presença de uma membrana externa de tecido conjuntivo, de fibras musculares cilíndricas dispostas em fileiras perpendiculares ao eixo longitudinal e agrupadas em fascículos. Em C. jacchus observou-se uma arquitetura descontínua e linear das fibras, obtendo-se uma contagem de sete e oito fascículos em machos e fêmeas, respectivamente. Em C. geoffroyi a fibra se apresentava de forma contínua, mas também linear, obtendo-se um total de nove e seis fascículos para o macho e a fêmea, respectivamente. A arquitetura das fibras musculares e a contagem de fascículos da face costal do diafragma sugerem divergências entre as espécies C. geoffroyi e C. jacchus e entre machos e fêmeas, intra e interespécies.

 

Biografia do Autor

Thais Borges Lessa, Universidade de são Paulo- Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Downloads

Publicado

2011-10-20

Edição

Seção

Artigos