Análise de crescimento de dois cultivares de Brachiaria brizantha (A. Rich.) Stapf. (Poaceae)

Autores

  • João Paulo Ramos Costa UNESP/FCAV
  • Liziane de Figueiredo Brito UNESP/FCAV
  • Leonardo Dimas do Carmo Vieira UNESP/FCAV
  • Naomi Cristina Meister UNESP/FCAV
  • Carlos Henrique Oliveira Macedo UNESP/FCAV
  • Pedro Luiz da Costa Aguiar Alves UNESP/FCAV
  • Ana Claudia Ruggieri UNESP/FCAV

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n1p17

Palavras-chave:

Capim-marandu, Capim-piatã, Razão da área foliar, Taxa de assimilação líquida, Taxa de crescimento da cultura, Taxa de crescimento relativo

Resumo

Este trabalho foi conduzido com o objetivo de estudar o crescimento e a produção primária de dois cultivares de Brachiaria brizantha através da análise de crescimento. O experimento foi realizado em casa de vegetação na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias do Campus de Jaboticabal da Unesp. Foram avaliadas as cultivares Marandu e Piatã a cada sete dias de crescimento durante dez semanas. Em cada avaliação, foram mensuradas a matéria seca total (MST) e a área foliar para estimar o índice de área foliar (IAF). Os dados de IAF e MST foram ajustados às equações e submetidos ao teste de significância para regressões. A partir das equações ajustadas foram obtidos os índices fisiológicos: taxa de crescimento da cultura (TCC), taxa de crescimento relativo (TCR), taxa de assimilação liquida (TAL) e razão da área foliar (RAF). A cultivar Piatã apresentou maior produção primária e maior eficiência no acúmulo de fotoassimilados.

Biografia do Autor

João Paulo Ramos Costa, UNESP/FCAV

Liziane de Figueiredo Brito, UNESP/FCAV

Leonardo Dimas do Carmo Vieira, UNESP/FCAV

Naomi Cristina Meister, UNESP/FCAV

Carlos Henrique Oliveira Macedo, UNESP/FCAV

Pedro Luiz da Costa Aguiar Alves, UNESP/FCAV

Ana Claudia Ruggieri, UNESP/FCAV

Downloads

Publicado

2011-11-17

Edição

Seção

Artigos