Um caso de leucismo em pardal, Passer domesticus (Linnaeus, 1758) em uma ilha do rio São Francisco, nordeste do Brasil

Leonardo Barros Ribeiro, Melissa Gogliath

Resumo


O leucismo em aves é uma anomalia genética caracterizada pela ausência total de melanina em algumas ou em todas as penas, porém, ao contrário do albinismo, as outras partes do corpo, tais como olhos, bico e tarsos permanecem com a coloração típica da espécie. O pardal Passer domesticus é uma ave nativa da Europa, Ásia e norte da África e foi introduzido na América do Norte, América do Sul, África do Sul, Austrália e Nova Zelândia. Atualmente, é a espécie de ave com a maior distribuição geográfica. Relatamos, aqui, o registro de um indivíduo leucístico de Passer domesticus na ilha do Rodeadouro, rio São Francisco, nordeste do Brasil.


Palavras-chave


Anomalia genética; Aves; Ilha fluvial; Passeridae; Passeriformes

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n1p187

Direitos autorais 2012 Leonardo Barros Ribeiro, Melissa Gogliath

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.