Estudo morfológico do sistema respiratório de quati (Nasua nasua)

vanessa cristina oliveira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi descrever a morfologia macroscópica e microscopia de luz dos órgãos respiratórios do quati (Nasua nasua). Utilizou-se cinco animais provenientes do Criatório Científico CECRIMPAS (UNIfeob), os quais foram eutanasiados e fixados em solução de formaldeído a 10% para dissecação, análise e mensuração. Para microscopia de luz, os fragmentos dos órgãos respiratórios, foram processados conforme técnicas rotineiras para histologia e corados por Hematoxilina, Eosina e Azul de Toluidina. O nariz do quati está localizado em plano nasal, formato pontiagudo e voltado para cima, possui a concha etmoidal,/nasal dorsal e nasal ventral separadas pelos meatos: nasal dorsal e ventral. A laringe /possui as quatro cartilagens: aritenóide, cricoíde, epiglote e tireóide e a traqueia contém 34 anéis traqueais separados pelo ligamento traqueal, sendo internamente revestida pelo tecido epitelial pseudoestratificado ciliado. Os pulmões estão subdivididos em lobos por fissuras interlobares, o pulmão direito é dividido em quatro lobos e o esquerdo em dois, sendo este menor que o direito. Microscópicamente os brônquios primários, secundários e terciários possuem a mesma constituição de revestimento interno da traqueia. Concluímos que o aparelho respiratório do quati se assemelha aos achados descritos na literatura para os carnívoros domésticos.


Palavras-chave


Morfologia; Quati; Respiratório

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n1p81

Direitos autorais 2012 vanessa cristina oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.