Salmonella spp. em Cebus spp. mantidos em Centros de Triagem de Animais Silvestres no Nordeste do Brasil

Débora Rochelly Alves Ferreira, André de Souza Santos, Paulo Guilherme Carniel Wagner, Eliane Moura Falavina dos Reis, José Wilton Pinheiro Júnior, Wagnner José Nascimento Porto, Leonildo Bento Galiza da Silva, Rinaldo Aparecido Mota

Resumo


Objetivou-se com esse estudo isolar e identificar os sorovares de Salmonella spp. em Cebus spp. mantidos em cativeiro. Foram investigados 28 animais mantidos em Centros de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Nordeste do Brasil. Foram realizados suabes retais que foram processados para o isolamento da bactéria em meios seletivos seguido da identificação dos sorovares por meio de provas bioquímicas. Das 28 amostras analisadas, cinco (17,9%) foram positivas para Salmonella spp. e os sorovares identificados foram Infantis (40%), Panama (40%) e Newport (20%). Ocorreu associação significativa (p<0.05) para as variáveis: instituição (p=0,026), armazenamento de frutas, verduras e hortaliças (p=0,026), fornecimento de carne crua (p=0,026), tipo de bebedouro (p=0,026) e higienização diária de bebedouros (p=0,026). Esse estudo demonstrou que infecções por Salmonella spp. ocorrem em populações de Cebus mantidos em cativeiro e apontou para a necessidade de se realizar investigações periódicas em todo o plantel, assim como implantar medidas de controle para evitar riscos à saúde dos animas e pública.


Palavras-chave


Primatas; salmonelose; enterobactérias; diagnóstico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n2p181

Direitos autorais 2012 Débora Rochelly Alves Ferreira, André de Souza Santos, Paulo Guilherme Carniel Wagner, Eliane Moura Falavina dos Reis, José Wilton Pinheiro Júnior, Wagnner José Nascimento Porto, Leonildo Bento Galiza da Silva, Rinaldo Aparecido Mota

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.