Nidificação de Dermochelys coriacea (Testudines, Dermochelyidae) no município de Vila Velha, Espírito Santo, Brasil.

Autores

  • Luis Felipe Silva Pereira Mayorga Instituto de Pequisa e Reabilitação de Animais Marinhos - IPRAM

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n2p193

Resumo

A tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) está seriamente ameaçada pela captura acidental na pesca artesanal e oceânica. No Brasil, o único sítio reprodutivo se localiza no litoral norte do Estado do Espírito Santo, embora desovas ocasionais já tenham sido registradas em outros Estados. Em fevereiro de 2010 foi encontrado um ninho de D. coriacea no município de Vila Velha, Espírito Santo (20⁰28'30''S e 40⁰20'48"W), contendo 132 ovos e um natimorto. Na superfície foram encontrados 4 filhotes mortos, dispersos por um raio de aproximadamente 5 metros ao redor do ninho. O litoral de Vila Velha não é sítio reprodutivo da espécie, e o achado caracteriza uma desova ocasional.

Biografia do Autor

Luis Felipe Silva Pereira Mayorga, Instituto de Pequisa e Reabilitação de Animais Marinhos - IPRAM

Graduando em Medicina Veterinária no Centro Universitário de Vila Velha, está envolvido com a pesquisa sobre a mortalidade de pinguins de Magalhães no litoral do ES como trabalho de conclusão de curso sob orientação do Dr. João Luiz Rossi Jr. É sócio-fundador e Presidente do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (IPRAM).

Downloads

Publicado

2011-12-19

Edição

Seção

Comunicações Breves