Acúmulo de nutrientes e resposta da alface à adubação fosfatada

Cristiaini Kano, Antonio Ismael Inácio Cardoso, Roberto Lyra Villas Bôas

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta da alface cultivar Verônica a doses de fósforo. O experimento foi desenvolvido na Fazenda Experimental São Manuel, pertencente à UNESP/FCA, Botucatu/SP, em estrutura de cultivo protegido tipo arco, no período de 25/09/2003 (semeadura) a 03/12/2003 (colheita). Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com cinco tratamentos (0; 200; 400; 600 e 800kg.ha-1 de P2O5, na forma de superfosfato triplo) e cinco repetições. As plantas foram conduzidas em vasos plásticos com capacidade para 13L contendo solo classificado como Latossolo Vermelho Distrófico Típico. Observou-se resposta quadrática para massa fresca da parte aérea da planta e área foliar, com valores máximos nas doses equivalentes a 733 e 756kg.ha-1 de P2O5, respectivamente, e também para o acúmulo de potássio, cálcio, magnésio, enxofre, boro, cobre, ferro, manganês e zinco. Foram obtidos aumentos lineares com o aumento da dose de P2O5 aplicado para a massa seca da parte aérea, número de folhas, altura das plantas e para o acúmulo de nitrogênio e fósforo.


Palavras-chave


Fósforo; Lactuca sativa L.; Produção

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n3p39

Direitos autorais 2012 Cristiaini Kano, Antonio Ismael Inácio Cardoso, Roberto Lyra Villas Bôas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.