Crustacea Decapoda capturados através de coleta passiva em um trecho do Rio dos Mangues (Porto Seguro – BA)

RAFAEL RIBEIRO TEIXEIRA, ERMINDA DA CONCEIÇÃO GUERREIRO COUTO

Resumo


Este trabalho teve por objetivo realizar, através de coleta passiva, o levantamento das espécies de Crustacea Decapoda presentes em um trecho do Rio dos Mangues (Porto Seguro – BA), durante a primavera de 2009. As coletas foram realizadas em cinco pontos, distribuídos nos últimos 10km do rio, utilizado armadilhas com atrativo biológico que permaneceram imersas por 15h. Para avaliação das variáveis abióticas, foram mensuradas a temperatura, o pH e a condutividade. Foram registrados 135 indivíduos pertencentes a três espécies: os camarões Macrobrachium acanthurus (Wiegmann, 1836) e M. olfersi (Wiegman, 1836), além do caranguejo Trichodactylus fluviatilis Latreille, 1828. Foram capturadas, ainda, duas outras espécies de caranguejos: Goniopsis cruentata (Latreille, 1803) e Panopeus lacustris Desbonne, 1867. Os maiores valores foram registrados em P4 (34,07% dos indivíduos), P1 (23,70%) e P3 (22,96%). Temperatura e pH apresentaram pequena variação ao longo das análises (respectivamente, 5,1-5,8 e 25,7-29,1°C). Já a condutividade diferenciou o ponto do estuário (P5) dos demais (respectivamente, 886micra.S e 41-48micra.S). Não foi registrado nenhum indivíduo em P2. A distribuição das espécies esteve relacionada ao tipo de micro-hábitat e hábito de cada uma.

 


Palavras-chave


Coleta passiva; Distribuição espacial; Macrobrachium acanthurus; Macrobrachium olfersi; Trichodactylus fluviatilis

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n4p149

Direitos autorais 2012 RAFAEL RIBEIRO TEIXEIRA, ERMINDA DA CONCEIÇÃO GUERREIRO COUTO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.