O conhecimento ecológico local e a interação de botos com a pesca no litoral do estado do Pará, região Norte – Brasil

Tiago Brito

Resumo


A pesca é de grande importância para o desenvolvimento socioeconômico das comunidades ribeirinhas amazônicas, as quais possuem um conhecimento local do ambiente, sua fauna e flora. Esse conhecimento é de grande importância para manejo e conservação dos estoques pesqueiros e das espécies que interagem com a atividade de pesca, como as populações de botos-cinza (Sotalia sp.) e botos-rosa (Inia geoffrensis). Portanto, para registrar o conhecimento ecológico local e a interação de botos com a pesca no litoral do estado do Pará, foram realizadas 82 entrevistas semiestruturadas em três diferentes colônias de pescadores: colônia Z-1 (Soure), colônia Z-7 (Maracanã) e colônia Z-23 (Colares). A espécie Sotalia sp. apresentou forte estrutura social, podendo ser observado na região tanto no período seco quanto no chuvoso, enquanto a espécie I. geoffrensis não apresentou uma estruturação social, sendo observada na região preferencialmente no período chuvoso. O boto-rosa demonstrou maior interação com a pesca do que o boto-cinza, no entanto, essa interação foi principalmente prejudicial à atividade, enquanto o boto-cinza demonstrou tanto uma interação prejudicial quanto benéfica à pesca. A captura acidental dos botos ocorreu principalmente por meio de redes e espinheis, prejudicando suas populações. Os animais capturados foram, em sua maioria, soltos, entretanto, houve registro do consumo na alimentação, utilização como isca e comercialização dos olhos do animal. Essas informações servirão de base para estudos futuros sobre a biologia, ecologia e estimativa da mortalidade de botos no litoral amazônico. Medidas de manejo devem ser adotadas, juntamente com as comunidades estudadas, para a conservação desses animais na região.



Palavras-chave


Captura incidental; Etnoconhecimento; Inia geoffrensis; Interação operacional; Sotalia sp.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n4p259

Direitos autorais 2012 Tiago Brito

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.