Teor de nitrogênio e reservas nitrogenadas em folhas e ramos do ano de macieiras submetidas à adubação nitrogenada foliar

Gustavo Brunetto, Djalma Eugênio Schmitt, Bruno Salvador Oliveira, Vitor Gabriel Ambrosini, Ângela Vieira Casali, Diniz Fronza, Danilo Santos Rheinheimer, Eduardo Girotto, George Wellington Melo

Resumo


As aplicações foliares de nitrogênio (N), quando necessárias, têm sido usadas para complementar a adubação de frutíferas via solo. Entretanto, informações sobre os efeitos da frequência, quantidade de N a ser aplicada, e a importância do aumento do teor de N e de suas reservas nas folhas e ramos do ano são escassas. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de aplicações foliares de N no teor e nas reservas nitrogenadas das folhas e ramos do ano em macieiras. O estudo foi conduzido em um pomar de macieira (cultivar Eva), safra 2007/08, na área experimental do Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em Santa Maria, RS, sobre um planossolo hidromórfico. Os tratamentos consistiram em 1 e 2 aplicações foliares de 0; 1,11; 2,23; 3,31; 4,41; e 5,51g de N planta-1. Os resultados mostraram que as aplicações foliares de N proporcionaram aumento nos teores de N nas folhas inteiras, especialmente até o 8º dia após a aplicação, porém, não afetam o teor de N nos ramos do ano. A adubação nitrogenada por via foliar não aumentou o teor total de aminoácidos e proteínas nas folhas inteiras e nos ramos do ano.




Palavras-chave


Absorção de N; Adubação foliar; Aminoácidos; Distribuição de N; Proteínas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n4p59

Direitos autorais 2012 Gustavo Brunetto, Djalma Eugênio Schmitt, Bruno Salvador Oliveira, Vitor Gabriel Ambrosini, Ângela Vieira Casali, Diniz Fronza, Danilo Santos Rheinheimer, Eduardo Girotto, George Wellington Melo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.