Origem e distribuição do nervo isquiático em fetos de suínos (Sus scrofa domesticus – Linnaeus, 1758) da linhagem Pen Ar Lan

Lázaro Antônio Santos, Frederico Ozanam Carneiro Silva, Luciana Aparecida Rosa, Lorena Tannús Menezes, Álvaro Carneiro Matoso Nunes Canabrava, Frederico Balbino Lizardo, Daniela Cristina Oliveira Silva, Gilmar Cunha Sousa

Resumo


Estudou-se a origem e distribuição do nervo isquiático em 31 fetos de suínos da linhagem Pen Ar Lan, sendo 22 machos e nove fêmeas, após ser fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. Nesses, animais, as vértebras lombares variaram de cinco a sete, com predominância de seis, o que contribuiu para variações na origem do referido nervo. O nervo isquiático originou-se em 80,64% dos antímeros, do ramo ventral do quinto nervo espinhal lombar (L5); em 96,77% de L6; em 6,45% de L7; em 100% de S1; e em 64,51% de S2. A composição do referido nervo ocorreu em 45,16% dos animais pela união de L5, L6, S1 e S2; em 32,25% de L5, L6 e S1; em 12,90% de L6, S1 e S2; em 6,45% de L6, L7 e S1; e em 3,22% de L5, S1 e S2. Houve simetria na origem do nervo isquiático em todos os espécimes estudados. Esse nervo emitiu ramos para os músculos glúteo superficial, semitendinoso, semimembranoso e bíceps femoral em todos os espécimes, e em menor frequência, para os músculos gêmeos, quadrado femoral, adutores, e glúteos médio, acessório e profundo. Em 74,19% da amostra, foi observado um ramo comunicante com nervo pudendo. 

 


Palavras-chave


Nervos espinhais; Plexo lombossacral; Sistema nervoso

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n1p147

Direitos autorais 2013 Lázaro Antônio Santos, Frederico Ozanam Carneiro Silva, Luciana Aparecida Rosa, Lorena Tannús Menezes, Álvaro Carneiro Matoso Nunes Canabrava, Frederico Balbino Lizardo, Daniela Cristina Oliveira Silva, Gilmar Cunha Sousa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.