Riqueza de samambaias e licófitas de uma mata de galeria na região central de Mato Grosso do Sul, Brasil

Carlos Rodrigo Lehn

Resumo


Neste trabalho é apresentado o levantamento florístico das samambaias e licófitas ocorrentes em uma mata de galeria, na região central de Mato Grosso do Sul, Brasil. Foram registradas na área de estudo 29 espécies e duas variedades. Dryopteridaceae e Pteridaceae foram as famílias mais ricas (oito e cinco espécies, respectivamente) e Elaphoglossum e Blechnum foram os gêneros mais ricos (três espécies cada). Preferencialmente, as espécies listadas ocorrem no interior da mata (68%), ocupam o substrato terrícola (77,4%), são hemicriptófitas (77,4%) e rosuladas (64,5%). Observamos quatro espécies ainda não citadas para Mato Grosso do Sul, sendo essas Blechnum lanceola L., Elaphoglossum pachydermum (Fée) T. Moore, Lindsaea lancea (L.) Bedd var lancea e ainda Mickelia nicotianifolia (Sw.) R. C. Moran et al., que possui seu limite sul de distribuição no Brasil, na área de estudo. 




Palavras-chave


Centro-Oeste; Cerrado; Lycophyta; Monilophyta; Pteridófitas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n1p7

Direitos autorais 2013 Carlos Rodrigo Lehn

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.