Primeiro registro de Chara indica e Chara zeylanica (Charophyceae, Charales, Characeae) em reservatórios do semiárido do estado do Rio Grande do Norte, Brasil

Autores

  • Gustavo Henrique Gonzaga da Silva UFERSA
  • Rafson Varela Santos UFERSA
  • Rodrigo Sávio Teixeira de Moura UFERSA
  • Norma Catarina Bueno Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n3p243

Palavras-chave:

Bioma Caatinga, Distribuição geográfica, Macroalgas, Ocorrência

Resumo

No presente trabalho, apresentamos os primeiros registros das macroalgas Chara indica e Chara zeylanica para o estado do Rio Grande do Norte, Brasil, e para o semiárido nordestino. Exemplares de C. indica e C. zeylanica foram coletados nos reservatórios de Santa Cruz e Umari, respectivamente. Ambos os reservatórios estão localizados na bacia hidrográfica do Rio Apodi-Mossoró (oeste do estado), estando inseridos no bioma Caatinga.

Biografia do Autor

Gustavo Henrique Gonzaga da Silva, UFERSA

Laboratório de Limnologia e Qualidade de Água

Downloads

Publicado

2013-04-30

Edição

Seção

Comunicações Breves