Morfometria do encéfalo e formação do circuito arterioso em coelhos Nova Zelândia

Autores

  • Janaina de Oliveira Portugal UFRRJ
  • Sara Otoni Silva Moraes UFRRJ
  • Rayssa Mariano Reis UFF
  • Marcelo Salvador Gomes UFRRJ
  • Marcelo Abidu-Figueiredo Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n2p147

Palavras-chave:

Cérebro, Coelho, Vascularização arterial

Resumo

http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n2p147

O objetivo deste artigo é descrever as principais ramificações da artéria basilar, a formação do circuito arterioso, e a morfometria do encéfalo em coelhos adultos de ambos os sexos. Foi realizada canulação da aorta torácica através de incisão lateral, fixação com solução de formaldeído a 10% e preenchimento do sistema arterial com solução de látex corado. Procedeu-se à craniotomia, remoção e morfometria do encéfalo, além de dissecção para a observação das ramificações principais da artéria basilar e da formação do circuito arterioso. A média e erro padrão do comprimento da artéria basilar foram de 1,293 cm ± 0,024 nas fêmeas e 1,227 cm ± 0,025 nos machos. Em todos os coelhos dissecados, a artéria basilar se originou da anastomose das artérias vertebrais, direita e esquerda, emitindo a artéria cerebelar caudal, ramos variados para bulbo e ponte, ramos terminais e artérias cerebelares rostrais. As artérias da base do encéfalo estiveram na dependência dos sistemas carótico e vértebro-basilar. O circuito arterioso do cérebro estava fechado rostralmente em 10 machos e 12 fêmeas e fechado caudalmente em todos os animais dissecados.

Biografia do Autor

Janaina de Oliveira Portugal, UFRRJ

Discente de Graduação em Medicina Veterinária/ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Sara Otoni Silva Moraes, UFRRJ

Discente de Graduação em Medicina Veterinária/ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, bolsista de iniciação cientifica da Faperj

Rayssa Mariano Reis, UFF

Discente de Graduação em Ciências Biológicas/ Universidade Federal Fluminense

Marcelo Salvador Gomes, UFRRJ

Medico Veterinário autônomo e Discente de Pós Graduação em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências clinicas) / Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Marcelo Abidu-Figueiredo, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro . Mestrado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro , e Doutorado em Ciências pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro . Atualmente é professor Adjunto de Anatomia Animal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Morfologia , atuando principalmente nos seguintes temas: Anatomia Animal e Comparada, Anatomia de Avestruz, Segmentos Anátomo-cirúrgicos Vasculares Viscerais em Vertebrados e Anatomia aplicada à prática cirúrgica, experimental e ao diagnóstico por imagem.

Downloads

Publicado

2014-01-09

Edição

Seção

Artigos