Ecologia reprodutiva de Nyctanassa violacea, Egretta thula e Egretta caerulea no ninhal do rio Pedreira, Santa Catarina

Giulia Caroline Bisinela, Tiago Ramos de Andrade Araújo, Marta Jussara Cremer

Resumo


Este estudo teve por objetivo caracterizar o ninhal do rio Pedreira e estimar o sucesso reprodutivo das espécies do local. O local de estudo compreendeu o manguezal da desembocadura do rio Pedreira, localizado ao lado do porto de São Francisco do Sul. As amostragens foram realizadas semanalmente durante o ciclo reprodutivo das aves, tendo início no mês de agosto de 2011 e término no mês de março de 2012. Foram quantificados no total 210 ninhos, sendo 60 de Nyctanassa violacea e 150 de Egretta spp. A formação da colônia teve início no fim do inverno e encerrou no início do outono, permanecendo com maior atividade entre setembro e dezembro. O sucesso de eclosão foi muito semelhante entre as espécies, sendo 49% para N. violacea e 50% para Egretta spp. A sobrevivência dos filhotes foi maior para N. violacea, com 32%, quando comparada com Egretta spp. que teve 24% de sucesso de sobrevivência.


Palavras-chave


Colônia reprodutiva; Sobrevivência; Sucesso reprodutivo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n3p109

Direitos autorais 2014 Giulia Caroline Bisinela, Tiago Ramos de Andrade Araújo, Marta Jussara Cremer

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.