Primeiro registro de Chantransia macrospora Wood, 1887 (Batrachospermales, Rhodophyta) no semiárido do nordeste do Brasil

Autores

  • Janiele França Vasconcelos Universidade Estadual de Maringá
  • José Etham Lucena Barbosa Universidade Estadual da Paraíba
  • Gustavo Correia Moura Universidade Estadual da Paraíba
  • Daniele Jovem Silva Azevedo Universidade Estadual da Paraíba
  • Evaldo Lira Azevedo Universidade Estadual da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n4p129

Palavras-chave:

Espécie exótica, Melanoides tuberculatus, Região semiárida, Reservatório

Resumo

Este trabalho apresenta o primeiro registro de Chantransia macrospora do estado do Rio Grande do Norte na região do semiárido no nordeste do Brasil. Análises das algas perifíticas revelaram indivíduos de C. macrospora associados especialmente com conchas de Melanoides tuberculatus, uma espécie exótica, sugerindo que C. macrospora tenha sido introduzida nestes sistemas associados com o gastrópode. Neste contexto, novos registros de C. macrospora ainda são esperados para a região semiárida do Brasil nos próximos anos.

Biografia do Autor

Janiele França Vasconcelos, Universidade Estadual de Maringá

Dra em Ecologia de Ambientes Aquáticos, Departamento de Biologia, Universidade Estadual de Maringá.

José Etham Lucena Barbosa, Universidade Estadual da Paraíba

Doutor em Recursos Naturais. Departamento de Biologia. Universidade Estadualda Paraíba.

Gustavo Correia Moura, Universidade Estadual da Paraíba

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Estadual da Paraíba

Daniele Jovem Silva Azevedo, Universidade Estadual da Paraíba

Mestre em Ecologia e Conservação pelo Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Estadual da Paraíba

Evaldo Lira Azevedo, Universidade Estadual da Paraíba

Mestre em Ecologia e Conservação pelo Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Estadual da Paraíba

Publicado

2014-08-20

Edição

Seção

Comunicações Breves