Análise do comportamento meiótico em Cordia ecalyculata Vell. (Boraginaceae)

Autores

  • Damião do Nascimento Universidade Paranaense - UNIPAR
  • Patricia Gonçalves Sbais Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Andréia Rodrigues Alonso-Pereira Universidade Paranaense - UNIPAR
  • Adriele Fialho de Canto Universidade Paranaense - UNIPAR
  • Mariza Barion Romagnolo Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Claudiceia Risso-Pascotto Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE
  • Odair Alberton Universidade Paranaense - UNIPAR

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n4p21

Palavras-chave:

Cordia ecalycula, Fuso irregular, Meiose, Microsporogênese

Resumo

A espécie Cordia ecalyculata pertence à família Boraginaceae, é conhecida popularmente por café de bugre. Para fins medicinais é indicada como tônico, diurético, anti-inflamatório e inibidor do apetite. Visando contribuir para um melhor entendimento da espécie, inflorescências jovens de seis indivíduos foram coletadas e fixadas em solução de etanol e ácido acético (3:1) por 24 h. As lâminas foram preparadas utilizando a técnica de esmagamento e coradas com carmim acético a 1%. Durante a microsporogênese poucas irregularidades foram encontradas, as mais frequentes estão relacionadas à segregação irregular dos cromossomos, tais como: Ascensão precoce para os polos em metáfase I e II, bivalente não orientado em metáfase I e II, e cromossomos retardatários em anáfase I e II, levando a formação de micronúcleos. Outra irregularidade observada esta relacionada a organização das fibras dos fusos em meiose II, que se organizam na forma em T e V. Na configuração de fuso na forma de V ocorreu fusão entre dois núcleos que estavam próximos, formando tríade ao invés de tétrade, levando à formação de micrósporos 2n final da meiose. Entretanto, as irregularidades observadas não comprometeram a fertilidade da espécie em análise, uma vez que a viabilidade dos grãos de pólen variou de 95,42% a 100%.

 

Biografia do Autor

Damião do Nascimento, Universidade Paranaense - UNIPAR

Departamento de Biologia celular e genética

Patricia Gonçalves Sbais, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Departamento de Morfoanatotonia vegetal

Andréia Rodrigues Alonso-Pereira, Universidade Paranaense - UNIPAR

Departamento de Biologia celular e genética

Adriele Fialho de Canto, Universidade Paranaense - UNIPAR

Departamento de Biologia celular e genética

Mariza Barion Romagnolo, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Departamento de Botânica

Claudiceia Risso-Pascotto, Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE

Departamento de Biologia celular e genética

Odair Alberton, Universidade Paranaense - UNIPAR

Departamento de Ciências agrárias

Downloads

Publicado

2014-07-01

Edição

Seção

Artigos