Efeito alelopático de melissa, capim-cidreira, lavanda e alecrim na germinação e vigor de sementes de alface

Daniela Aparecida Teixeira, Filipe Pereira Giardini Bonfim

Resumo


Objetivou-se, neste estudo, avaliar a influência na germinação e vigor de sementes de alface (Lactuca sativa L.) de macerados e infusões de Melissa officinalis L. (melissa), Rosmarinus officinalis L. (alecrim), Lavandula angustifolia Mill. (lavanda) e Cymbopogon citratus (DC.) Stapf. (capim-cidreira). O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualizado, com nove tratamentos e quatro repetições, cada unidade experimental constituída por 25 sementes. Sendo os tratamentos: alecrim infusão, alecrim macerado, lavanda infusão, lavanda macerado, melissa infusão, melissa macerado, capim-cidreira infusão, capim-cidreira macerado e testemunha. As variáveis avaliadas foram: índice de velocidade de germinação (IVG), porcentagens de plantas anormais (PA), porcentagens de plantas germinadas (PG), massa fresca (MF), massa seca (MS), comprimento da parte aérea (CPA) e comprimento da radícula (CR). O capim-cidreira apresentou efeito alelopático negativo na germinação e no vigor de sementes de L. sativa L. Já em melissa infusão verificou-se ação estimulante.


Palavras-chave


Efeito alelopático; Germinação; Vigor

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n4p37

Direitos autorais 2014 Daniela Aparecida Teixeira, Filipe Pereira Giardini Bonfim

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.