Detecção molecular de fungos com potencial toxigênico em amostras de amendoim vendidas no comércio varejista de Maringá/PR, Brasil

Alessandra Valéria Oliveira, Cíntia Corteccioni Nuñez Del Prado, Nathan Gomes Modesto, Gislaine de Lucena

Resumo


Muitos alimentos são susceptíveis a contaminação por fungos. Os grãos, como o amendoim, são largamente acometidos, tendo como consequências o comprometimento de sua integridade e inviabilidade para o consumo humano e animal. Além disso, representam riscos à saúde, principalmente pela produção de micotoxinas. Dentre estas, as alatoxinas, produzidas principalmente por Aspergillus lavus e A. parasiticus, produzem diversos efeitos tóxicos carcinogênicos, teratogênicos, imunossupressores, hepatóxicos e nefrotóxicos. Técnicas moleculares têm sido utilizadas para identiicação e discriminação de espécies de fungos em alimentos. O objetivo deste trabalho foi realizar a detecção molecular de espécies de Aspergillus em amostras de amendoim coletadas no comércio varejista de Maringá-PR, através da ampliicação do material genético fúngico com primers especíicos para o espaçador intergênico alR-alJ e posterior corte com enzimas de restrição. Das 50 amostras de amendoim analisadas, 27 foram positivas em relação à presença do espaçador intergênico alR-alJ, sendo que destas sete foram identiicadas como Aspergillus lavus. Dessa forma, veriica-se a presença de amostras de amendoim contaminadas com fungos com potencial toxigênico no comércio varejista de Maringá/PR.

 

 


Palavras-chave


Alatoxinas; Grãos; PCR

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n1p13

Direitos autorais 2015 Alessandra Valéria Oliveira, Cíntia Corteccioni Nuñez Del Prado, Nathan Gomes Modesto, Gislaine de Lucena

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.