Determinação das fontes de repasto sanguíneo de Culicoides Latreille (Diptera, Ceratopogonidae) em áreas rurais do norte do estado do Maranhão, Brasil

Gaudino Marco Cantanhede Gusmão, Elias Seixas Lorosa, Gustavo Almeida Brito, Leandro Santos Moraes, Vagner de Jesus Carneiro Bastos, José Manuel Macário Rebêlo

Resumo


O conteúdo estomacal de fêmeas do gênero Culicoides foi estudado para determinar suas fontes alimentares sanguíneas e o grau de relações estabelecidas entre esses insetos e seus hospedeiros. Os espécimes foram capturados em armadilhas luminosas tipo CDC no período entre março de 2009 e fevereiro de 2010, em duas localidades rurais da ilha de São Luís-MA. Foram capturadas 930 fêmeas ingurgitadas, pertencentes a 12 espécies de Culicoides. Foi utilizado o exame da reação da precipitina, que revelou o sangue de sete tipos diferentes de vertebrados que haviam sido sugados, sendo os mais frequentes: ave (41,9%), roedor (21,2%), cão (15,4%) e ser humano (7,3%). Nas reações duplas predominaram ave/cão (20%) e cão/gato, cão/gambá, ave/roedor, gambá/roedor e gato/humano (13,3% cada). Dentre as espécies de Culicoides encontradas, C. paucienfuscatus Barbosa, 1947 destacou-se, por ter sugado apenas sangue de aves. As 11 espécies restantes sugaram sangue tanto de animais domésticos como de sinantrópicos, sendo que, destas, quatro também sugaram o sangue humano. Os resultados permitiram concluir que C. paucienfuscatus apresentou relações específicas, foi considerada ornitófila e as outras espécies foram generalistas. A presença desses animais em ambiente peridoméstico é um fator que favorece a manutenção dos Culicoides nos povoados rurais e a presença do ser humano como um dos vertebrados mais sugados indica que além de fazer parte da dieta das fêmeas de Culicoides, pode participar de eventuais ciclos epidemiológicos de parasitas, devido ao hábito eclético desses insetos.


Palavras-chave


Hematofagia; Hospedeiros; Maruins; Vetor

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n1p51

Direitos autorais 2015 Gaudino Marco Cantanhede Gusmão, Elias Seixas Lorosa, Gustavo Almeida Brito, Leandro Santos Moraes, Vagner de Jesus Carneiro Bastos, José Manuel Macário Rebêlo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.