Fitoplâncton da baía do Coqueiro (Pantanal de Poconé, Mato Grosso)

Sandra Francisca Marçal, Simoni Maria Loverde-Oliveira

Resumo


Estudos sobre a composição florística são essenciais para compreender mudanças quali-quantitativas nas assembleias fitoplanctônicas ao longo do ano. A variação espaço-temporal da composição, riqueza, frequência de ocorrência e abundância (semiquantitativa) da comunidade fitoplanctônica foi analisada mensalmente (de abril de 2002 a maio de 2003), em três estações, na baía do Coqueiro (Pantanal, Mato Grosso). Foram registrados 256 táxons, representados principalmente por Zygnematophyceae (36%), Chlorophyceae (21%) e Euglenophyceae (14%). A maior abundância média ocorreu na estação limnética (2), porém, Bacillariophyceae, Cyanophyceae, Chlorophyceae e Zygnematophyceae prevaleceram nas três estações. A maior riqueza média foi obtida na estação litorânea (3), porém, essa estação apresentou abundância significativamente menor (p < 0,05) que as duas estações limnéticas. O sistema caracterizou-se por maiores contribuições de Chlorophyceae no período de vazante, Bacillariophyceae na estiagem, Cyanophyceae na enchente e Zygnematophyceae na cheia, e, em média, a maior riqueza e abundância foram registradas na estiagem (Aulacoseira spp., Coelastrum spp., Anabaena spp., Aphanocapsa minutissima, Planktolyngbya spp. e Eutetramorus fottii). Os atributos da comunidade fitoplanctônica apresentaram variações espaciais e temporais, influenciadas pela presença de macrófitas, mas definidas, sobretudo, pelas mudanças hidrológicas sazonais, causadas pelo pulso de inundação


Palavras-chave


Biodiversidade; Composição florística; Lagoas rasas

Texto completo:

PDF/A (English)


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n2p9

Direitos autorais 2015 Sandra Francisca Marçal, Simoni Maria Loverde-Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.