Diferentes composições com substratos orgânicos na produção de mudas de Eugenia uniflora L.

Licielo Romero Vieira, Pâmela Luiza Torres de Souza, Alexandra Augusti Boligon, Silvane Vestena

Resumo


A utilização de substratos formulados com resíduos da agroindústria, tais como a fibra de coco, a serragem e a casca de arroz carbonizada, é uma das alternativas sustentáveis visando a diminuir os custos de produção de mudas de espécies vegetais. Este estudo teve por objetivo avaliar a utilização de diferentes substratos na obtenção de mudas de Eugenia uniflora L. de alta qualidade. O experimento foi conduzido na Universidade Federal do Pampa (Unipampa) – Campus São Gabriel-RS, com semeadura diretamente em tubetes de polipropileno de 200 cm3, testando diferentes substratos (50% de substrato comercial Plantmax® + 50% de casca de arroz; substrato comercial Plantmax®; 50% de substrato comercial Plantmax® + 50% de fibra de casca de coco; e 50% de substrato comercial Plantmax® + 50% de serragem). A cada três dias foram avaliados o número de plântulas emergidas e, após 180 dias, as seguintes características morfológicas foram analisadas: altura da parte aérea, diâmetro do coleto, número de folhas, massa fresca radicular e total, massa seca da parte aérea, radicular e total e o índice de qualidade de Dickson. Os resultados indicam que todos os substratos foram adequados à emergência de Eugenia uniflora, mas aquele com 50% de substrato comercial Plantmax® + 50% de serragem proporcionou um atraso na emergência dessa Myrtaceae; além disso, os substratos com 50% de substrato comercial Plantmax® + 50% casca de arroz e 50% substrato comercial Plantmax® + 50% fibra de casca de coco mostraram-se satisfatórios para o crescimento de mudas de Eugenia uniflora.


Palavras-chave


Casca de arroz; Fibra de casca de coco; Pitangueira; Plantmax®

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n3p43

Direitos autorais 2015 Licielo Romero Vieira, Pâmela Luiza Torres de Souza, Alexandra Augusti Boligon, Silvane Vestena

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.