Alimentação de pequenos felídeos neotropicais (Felidae: Carnivora) e sobreposição de nicho trófico na paisagem mosaico antropizada no sul do Brasil

Alcides Ricieri Rinaldi, Flávia Heloísa Rodriguez, Anderson Luiz Carvalho, Fernando Camargo Passos

Resumo


Conhecer a diversidade de uma comunidade e compreender sua dinâmica é especialmente importante em um habitat alterado onde estas informações podem ajudar a melhorar programas de conservação da biodiversidade. Na paisagem alterada de Mata Atlântica de Interior, no oeste do estado do Paraná (25º41’ a 25º20’S e 53º56’ a 54º35’W), foram coletadas amostras (310) de fezes de felídeos neotropicais, das quais 110 foram identificadas, sendo 39 para Leopardus guttulus (gato-do-mato-pequeno), 38 para Leopardus wiedii (gato-maracajá) e 33 para Puma yagouaroundi (gato-mourisco). As amostras identificadas continham espécies de presas sinantrópicas, como o roedor Mus musculus em 44% (L. guttulus), 32% (L. wiedii) e 15% (P. yagouaroundi). Esta observação e a coleta destas amostras na paisagem de uso agrícola sugerem que estes pequenos felinos utilizam esta paisagem antropizada mosaica. Os pequenos mamíferos (< 100 g) foram mais comuns na dieta dessas espécies, sendo Akondontini e Monodelphis spp. os grupos de presas com maior ocorrência. Além disto, a elaboração do fator de correção de biomassa para estas espécies mostrou ser significativamente eficaz na correção de biomassa consumida de duas das três espécies de felinos estudadas, e por esta razão, é recomendado em futuros estudos destas espécies.


Palavras-chave


Floresta Atlântica de Interior; Leopardus guttulus; Leopardus wiedii; Matriz agrícola; Puma yagouaroundi

Texto completo:

PDF/A (English)


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n4p155

Direitos autorais 2015 Alcides Ricieri Rinaldi, Flávia Heloísa Rodriguez, Anderson Luiz Carvalho, Fernando Camargo Passos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.