Diversidade de peixes de tributários do reservatório de Chavantes, PR, bacia do alto rio Paraná

Rafael Rogério Rosa, Dyego Leonardo Ferraz Caetano, Sybelle Bellay, Verônica Rodrigues de Moraes, Fernando Emmanuel Gonçalves Vieira

Resumo


A distribuição e abundância das espécies de peixes de riacho podem ser influenciadas por características ambientais relacionadas ao meio aquático e às suas margens. O objetivo do presente trabalho foi inventariar a fauna de peixes dos riachos da Cruz, Taquaruçu e Taquaruçu II, localizados na bacia do rio Paranapanema, analisando parâmetros de diversidade da ictiofauna e associando-os com variáveis abióticas. Foram coletados 4.956 exemplares, distribuídos em 27 espécies, com predominância de Characiformes e Siluriformes. A largura, a profundidade e a floresta ripária foram as variáveis ambientais que melhor explicaram a diversidade de espécies encontrada no riacho Taquaruçu II, enquanto a dominância de espécies nos riachos da Cruz e Taquaruçu pode refletir os impactos antrópicos presentes nestes ambientes, como alto grau de erosão das margens. A maior similaridade da ictiofauna entre os riachos da Cruz e Taquaruçu pode estar relacionada com suas conectividades hidrológicas. A condutividade elétrica e a largura dos riachos foram as variáveis abióticas que mais se correlacionaram com a abundância e diversidade de espécies nos riachos amostrados. Os resultados do presente estudo demonstram a importância da conservação dos ecossistemas aquáticos para a manutenção da diversidade de peixes, além de alertar para o efeito de impactos antropogênicos sobre a ictiofauna.


Palavras-chave


Bacia do rio Paranapanema; Ictiofauna; Riachos; Riqueza

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2016v29n2p33

Direitos autorais 2016 Rafael Rogério Rosa, Dyego Leonardo Ferraz Caetano, Sybelle Bellay, Verônica Rodrigues de Moraes, Fernando Emmanuel Gonçalves Vieira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.