Padrão de sobreposição e coocorrência de espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em áreas antropizadas

Tayron Sousa Amaral, Gleidyane Novais Lopes, Keiko Uramoto, Julio Marcos Melges Walder, Rodrigo de Souza Bulhões, Roberto Antonio Zucchi

Resumo


O estudo foi realizado em duas áreas antropizadas (Fazenda Areão e Monte Olimpo) do campus “Luiz de Queiroz”, em Piracicaba, SP. Foram analisados os dados de 52 coletas em 14 armadilhas tipo McPhail distribuídas nas duas áreas. Foram coletadas 1.583 fêmeas pertencentes a 14 espécies: Anastrepha amita Zucchi, A. barbiellinii Lima, A. bistrigata Bezzi, A. daciformis Bezzi, A. distincta Greene, A. fraterculus (Wiedemann), A. grandis (Macquart), A. manihoti Lima, A. montei Lima, A. obliqua (Macquart), A. pickeli Lima, A. pseudoparallela (Loew), A. serpentina (Wiedemann) e A. sororcula Zucchi. Na Fazenda Areão, foram coletados mais espécimes (1.041) do que no Monte Olimpo (542). A média de sobreposição de nicho foi maior que o esperado ao acaso para as duas áreas, portanto, os nichos ecológicos das espécies, em grande parte, se sobrepõem. Pelo padrão de coocorrência, a segregação não foi aleatória entre dois pares de espécies: A. pseudoparallela x A. obliqua (Fazenda Areão) e A. fraterculus x A. pseudoparallela (Monte Olimpo). A segregação indicou que pode haver competição por algum recurso em cada nicho. A análise também apresentou três pares agregados: A. bistrigata x A. montei e A. fraterculus x A. barbiellinii (Fazenda Areão) e A. fraterculus x A. bistrigata (Monte Olimpo), indicando que cada par ocorre concomitantemente, sem que haja interferência na permanência das populações dessas espécies nas áreas.

 


Palavras-chave


Flutuação populacional; Índices faunísticos; Moscas-das-frutas; Nichos ecológicos

Texto completo:

PDF/A (English)


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n4p15

Direitos autorais 2017 Tayron Sousa Amaral, Gleidyane Novais Lopes, Keiko Uramoto, Julio Marcos Melges Walder, Rodrigo de Souza Bulhões, Roberto Antonio Zucchi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.