Anatomia cardíaca e ramificações da aorta em macaco-prego (Sapajus apella)

Autores

  • Daniely Figueiró Silva Furtado Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530
  • Luanna Dienyfer Prata Vasconcelos Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530
  • Érika Branco Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530
  • Ana Rita Lima Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n4p83

Palavras-chave:

Primata, Ramos Colaterais, Sistema Cardiovascular

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi descrever a anatomia cardíaca da espécie Sapajus apella, fazendo um estudo da morfologia e irrigação cardíaca, aorta abdominal e suas ramificações em duas fêmeas e dois machos desta espécie. Os animais foram dissecados em nível de arco aórtico, o qual foi canulado e nele injetado solução de látex Neoprene 650, corado com pigmento vermelho. Em seguida, foram fixados em solução aquosa de formoldeído a 10%. O coração dos exemplares analisados apresentava-se perfeitamente envolto pelo pericárdio, com a base do órgão na altura da terceira costela e localização dorsal. A morfologia interna do coração e suas ramificações revelam grande parte de suas estruturas-padrões descritas na literatura. As ramificações da aorta abdominal mostraram-se semelhantes às de outras espécies já descritas na literatura, apresentando como primeiro ramo a artéria celíaca, que se trifurcou de maneira clássica em gástrica esquerda, esplênica e hepática. O ramo seguinte foi o da artéria mesentérica cranial, seguido das artérias renais e mesentérica caudal. A região terminal da aorta originou as ilíacas externas e internas e, por fim, a sacral mediana, que estava ausente em um dos animais analisados.

Biografia do Autor

Daniely Figueiró Silva Furtado, Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural da Amazônia(2015), atualmente atua como representante comercial da empresa Ouro Fino em Belém e região.

Luanna Dienyfer Prata Vasconcelos, Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530

Graduanda de Medicina Veterinária na Universidade Federal Rural da Amazônia, bolsiste PIBIC - CNPq

Érika Branco, Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530

Doutora em Ciência pelo setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestre - departamento de Cirurgia - FMVZ/USP. Possui graduação em Medicina Veterinária pela UNIFEOB (1996), com o desenvolvimento de Iniciação Científica. Concluiu especialização em Saúde Pública pela UNAERP (1998) e especialização em Anatomia comparada: Humana e Animal, pela USP (2005). Atualmente é colaboradora na pesquisa do Setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres do Departamento de Cirurgia da FMVZ/USP. Tem experiência na área de Morfologia, com ênfase em Citologia, Histologia e Embriologia, Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres, , desenvolvendo atividades como docente nestas áreas da Universidade de Cuiabá (1996-2003). Atua em projetos relacionados com: Terapia celular, vias de infusão de células tronco no contexto cardíaco, modelos animais experimentais, criopreservação celular e cultivo celular. Professora Adjunta de Anatomia Descritiva dos Animais Domésticos e Selvagens, e Anatomia Topográfica da Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA. Membro Pesquisador do Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal - LaPMA/UFRA. Atua como Editora de Área da Revista Biotemas - UFSC e da Revista de Ciências Agrárias/Amazonian Journal of Agricultural and Environmental Sciences - UFRA.

Ana Rita Lima, Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA)- Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural da Amaznia (UFRA), Belém, Pará, Brasil. Av. Presidente Tancredo Neves, nº 2501 – Montese. CEP: 66.077-530

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Fundação de Ensino Octávio Bastos (2002), mestrado (2005) e Doutorado (2009) em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres pela Universidade de São Paulo na Faculdade de Medicina Veterinária Zootecnia. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, atuando principalmente nos seguintes temas: Anatomia Descritiva e Topográfica dos Animais Domésticos e Silvestres, estereologia, duchenne muscular dystrophy, morfometria, imunohistoquímica, imunocitoquímica, cultivo celular, microscopia de luz e eletrônica de transmissão. Atualmente é professora Adjunta IV na Disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) ministrando aulas nos cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia.

 

Referências

ABIDU-FIGUEIREDO, M.; DIAS, G. P.; CERUTTI, S.; CARVALHO-DE-SOUZA, B.; MAIA, R. S.; BABINSKI, M. A. Variations of celiac artery in dogs: anatomic study for experimental, surgical and radiological practice. International Journal of Morphology, Temuco, v. 23, n. 1, p. 37-42, 2005.

ABIDU-FIGUEIREDO, M.; XAVIER-SILVA, B.; CARDINOT, T. M.; BABINSKI, M. A.; CHAGAS M. A. Celiac artery in New Zealand rabbit: anatomical study of its origin and arrangement for experimental research and surgical practice. Pesquisa Veterinária Brasileira, Seropédica, v. 28, n. 5, p. 237-240, 2008.

BAVARESCO, A. Z.; CULAU, P. O. V.; CAMPOS, R. Ramos colaterais parietais e terminais da aorta abdominal em coelhos da raça Nova Zelândia (Oryctolagus cuniculus). Acta Scientiae Veterinariae, Porto Alegre, v. 40, n. 4, p. 1-6, 2012.

BEDNAROVA, Z.; MALINOVSKY, L. Ramification of celiac artery in the domestic cat. Folia Morphologica, Gdańsk, v. 34, n. 1, p. 36-44, 1984.

BERG, R. Systematische untersunchungen über das verhalten der astes der aorta abdominalis bei Felis domestica. Anatomischer Anzeiger, Amsterdam, v. 110, p. 239-250, 1961.

BIASI, C. Aspectos comparativos entre os tipos de irrigação ventricular e do nó sinoatrial em coração de gato. 2009. 50 f. Dissertação (Mestrado em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 2009.

BINVIGNAT, O.; OLAVE, E. Aspectos biométricos y morfológicos del pericardio fibroso y diafragma en el hombre. International Journal of Morphology, Temuco, v. 27, n. 3, p.841-847, 2009.

BONATELLI, M.; SANTOS, T. C.; PAPA, P.; AZARIAS, R. E. G. R.; MIGLINO, M. A.; PASSIPIÉRI, M.; MARTINS, D. S.; AMBRÓSIO, C. E.; OLIVEIRA, M. F. Descrição anatômica dos ramos da aorta abdominal do tamanduá bandeira (Myrmecophaga tridactyla). International Journal of Morphology, Temuco, v. 21, n. 1, p. 35-36, 2003.

CARVALHO M. A. M.; MIGLINO, M. A.; DIDIO, L. J. A.; MELO, A. P. F. Artérias mesentéricas cranial e caudal em cutias (Dasyprocta aguti). Veterinária Notícias, Uberlândia, v. 2, p. 17-24, 1999.

CAVALCANTE FILHO, M. F.; MIGLINO, M. A.; MACHADO, G. V.; BEVILACQUA, E.; NEVES W. C. Estudo comparativo sobre o suprimento arterial do estômago do queixada (Tayassu pecari) e do cateto (Tayassu tajacu) [Linnaeus, 1789]. Brazilian Journal of Veterinary Research Animal Science, São Paulo, v. 35, n. 1, p. 20-24, 1998.

CULAU, P. O. V.; AZAMBUJA, R. C.; CAMPOS, R. Ramos colaterais viscerais da aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria). Acta Scientiae Veterinariae, Porto Alegre, v. 36, n. 3, p. 241-247, 2008.

DYCE, K. M.; SACK, W. O.; WENSING, C. J. G. Tratado de Anatomia Veterinária. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2004. 813 p.

DYCE, K. M.; WENSING, C. J. G.; SACK, W. O. Tratado de Anatomia Veterinária. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2010. 856 p.

ENGE, I.; FLATMARK, A. Selective coeliac and hepatic artery angiography in normal dogs. Scandinavian Journal of Gastroenterology, Oslo, v. 7, p. 361-368, 1972.

EVANS, H. E. The heart and the arteries the dog. In: EVANS, H. E. (Ed.). Miller’s anatomy of the dog. Philadelphya: Saunders, 1993. p. 586-681.

FIGUEIREDO, M. A.; SILVA, B. X.; CARDINOT, T. M.; BABINSKI, M. A; CHAGAS, M. A. Celiac artery in New Zealand rabbit: anatomical study of its origin and arrangement for experimental research and surgical practice. Pesquisa Veterinária Brasileira, Seropédica, v. 28, n. 5, p. 237-240, 2008.

GHOSHAL N. G. Coração e artérias do carnívoro. In: GETTY, R. (Ed). Anatomia dos animais domésticos. 5 ed. Rio de Janeiro: Interamericana, 1986. p. 1497-1550.

GINTHER, O. J.; DIERSCHKE, D. J.; WALSH, S. W.; DEL CAMPO, C. H. Anatomy of arteries and veins of uterus and ovaries in Rhesus monkeys. Biology of Reproduction, New York, v. 11, p. 205-219, 1974.

HEBEL, R.; STROMBERG, M. W. Anatomy and Embriology of the laboratory rat. Verlag Worthsee: Biomed, 1986. p. 106-109.

HUAPAYA, J. A.; CHÁVEZ-TRUJILLO, K.; TRELLES, M.; CARBAJAL, R. D.; ESPADIN, R. F. Anatomic variations of the branches of the aortic arch in a Peruvian population. Medwave, San Francisco, v. 15, n. 6, e6194, 2015.

INTERNATIONAL COMMITTEE ON VETERINARY GROSS ANATOMICAL NOMENCLATURE. Nomina Anatomica Veterinaria. Hannover: Editorial Committee, 2012. 160 p.

KENNEDY, H. N.; SMITH, A. W. An abnormal celiac artery in the dog. Veterinary Record, London, v. 10, p. 751, 1930.

KÖNIG, H. E.; LIEBICH, H. G. Anatomia dos animais domésticos. Texto e Atlas Colorido. Porto Alegre: Artmed, 2011. 788 p.

IUCN. The IUCN red list of threatened species. 2013. Disponível em <http://www.iucnredlist.org/>. Acesso em: 07 janeiro 2014.

LÓPEZ-GARCÍA, A.; FERNÁNDEZ, M. C.; DURÁN, A .C.; SANS-COMA, V.; FERNÁNDEZ, B. Quadricuspid aortic valves in Syrian hamsters and their formation according to current knowledge on valvulogenesis. Japanese Journal of Veterinary Research, Sapporo, v. 63, n. 1, p. 37-43, 2015.

LUDWIG, G.; AGUIAR, L. M.; ROCHA, V. J. Uma Avaliação da dieta, da área de vida e das estimativas populacionais de Cebus nigritus em um fragmento florestal no norte do estado do Paraná. Neotropical Primates, Belo Horizonte, v. 13, n. 3, p. 12-18, 2005.

MACEDO, B. C.; LIMA, A. R.; PEREIRA, L. C.; BRANCO, E. Descrição morfológica dos ramos colaterais da aorta abdominal do tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla). Biotemas, Florianópolis, v. 26, n. 1, p. 173-180, 2013.

MACHADO, G. V.; GONÇALVES, P. R.; PARIZZI, A.; SOUZA, J. R. Padrão de divisão e distribuição das artérias mesentéricas no ratão-do-banhado (Myocastor coypus - Rodentia: Mammalia). Biotemas, Florianópolis, v. 1, p. 59-63, 2006.

MACHADO, G. V.; SOUZA, J. R.; GONÇALVES, P. R.; PARIZZI, A.; DONIN, D. G. A artéria celíaca e seus ramos no ratão-do-banhado (Myocastor coypus - Rodentia: Mammalia). Biotemas, Florianópolis, v. 2, p. 41-54, 2002.

MACHADO, G. V.; ZIEMMAN, F. P. Comportamento anatômico das artérias mesentéricas no ouriço-cacheiro (Sphiggurus spp. Cuvier, 1825). In: EVINCI – EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPR, 8, 2000, Curitiba. Anais.... Curitiba: UFPR, 2000. p. 250.

McNAMARA, J. J.; FERGUSSON, D. J.; YAMASE, H.; SUEHIRO, G.; SOETER, J. R. Significant variations in distribution of the anterior descending coronary artery in primates. The Journal of Thoracic and Cardiovascular Surgery, Toronto, v. 65, n. 4, p. 639-642, 1973.

MICHLIK, K. M.; BIAZIK, A. K.; HENKLEWSKI, R. Z.; SZMIGIELSKA, M. A.; NICPOŃ, J. M.; PASŁAWSKA, U. Quadricuspid aortic valve and a ventricular septal defect in a horse. BMC Veterinary Research, London, v. 10, p. 142, 2014.

NAYAK, S. R.; PAI, M. M.; PRABHU, L. V.; D’COSTA, S.; SHETTY, P. Anatomical organization of aortic arch variations in the India: embryological basis and review. Jornal Vascular Brasileiro, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 95-100, 2006.

NICKEL, R.; SCHUMMER, A.; SEIFERLE, E. The anatomy of the domestic animals. Berlin: Verlag Paul Parey, 1983. 610 p.

NIZA, M. M. R. E.; VILELA, C. L.; FERREIRA, A. J. A.; GONÇALVES, M. S.; PISCO, J. M. Irrigação arterial hepática em canídeo. Revista Portuguesa de Ciências Veterinárias, Lisboa, v. 98, n. 546, p. 69-76, 2003.

ORTALE, J. R.; MECIANO FILHO, J.; PACCOLA, A. M. F.; LEAL, J. G. P. G.; SCARANARI, C. A. Anatomia dos ramos lateral, diagonal e ântero superior no ventrículo esquerdo do coração humano. Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, São José do Rio Preto, v. 20, n. 2, p. 149-158, 2005.

PINHEIRO, G. S.; BRANCO, E.; PEREIRA, L. C.; LIMA, A. R. Morfologia, topografia e irrigação do coração do Tamandua tetradactyla. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 66, n. 4, 2014. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1678-6844.

PINTO, M. P. E.; LIMA, A. R.; BRANCO, E. Morfologia, topografia e irrigação do coração do Saguinus niger. In: SEMINÁRIO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 9, 2011, Belém. Anais... Belém: UFRA, 2011. Versão eletrônica.

REKHA, P.; SENTHILKUMAR, S. A study on branching pattern of human aortic arch and its variations in south indian population. Journal of Morphological Sciences, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 11-15, 2013.

SANTOS, A. L. Q; MENEZES, L. T.; BRITO, F. M. M; KAMINISHI, A. P. S.; LEONARDO, T. G.; PIMENTEL, T. L.; D’APARECIDA, N. S. Suprimento arterial para as glândulas adrenais de lobo marinho Arctocephalus australis (Zimmerman, 1783) (Pinnipedia, Otariidae). PUBVET, Londrina, v. 5, n. 11, p. 158, 2011.

SCHMIDT, S.; LOHSE, C. L.; SUTER, P. F. Branching pat-terns of the hepatic artery in the dog: arteriographic and anatomic study. American Journal of Veterinary Research, Schaumburg, v. 41, p. 1090-1097, 1980.

SEVERINO, R. S.; SILVA, F. O. C.; SANTOS, A. L. Q.; DRUMMOND, S. S.; SILVA, M.; ESTEVÃO, E. R. M. Irrigação das glândulas adrenais em gatos sem raça definida. In: SEMANA CIENTÍFICA DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, 10, 1992, Uberlândia. Anais... Vol.1, n.1, Uberlândia: UFU, 1992. p.46-47.

SILVA, F. O. C.; SEVERINO, R. S.; DRUMMOND, S. S.; MACHADO, G. V.; NOLASCO, R. N.; LIMA, E. M. M. Suprimento arterial para as glândulas adrenais em caprinos (Capra hircus) da raça Saanen. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia, Umuarama, v. 6, n. 1, p. 7-10, 2003.

SILVA, R. M. R. da; LIMA, A. R.; LACRETA Jr., A. C. C.; ISHIZAKI, M. N.; IMBELONI, A. A.; MUNIZ, J. A. P. C.; BRANCO, E. Descrição morfológica dos ramos colaterais viscerais da aorta abdominal do macaco-de-cheiro. Ciência Rural, Santa Maria, v. 41, n. 1, p. 94-100, 2011.

SLEIGHT, D. R.; THOMFORD, N. R. Gross anatomy of the blood supply and biliary drainage of the canine liver. Anatomical Record, Philadelphia, v. 166, p. 153-160, 1970.

SOARES, G. L.; OLIVEIRA, D.; BARALDI-ARTONI, S. M. Aspectos da anatomia do coração do avestruz. Ars Veterinaria, Jaboticabal, v. 26, n. 1, p. 38-42, 2010.

XAVIER-SILVA, B.; ROZA, M. S.; BABINSKI, M. A.; PALHANO, H. B.; SCHERER, P. O.; ABIDU-FIGUEIREDO, M. Ramos principais da artéria celíaca no gato doméstico: estudo aplicado à pesquisa experimental e à prática cirúrgica. Revista Brasileira de Ciência Veterinária, Niterói, v. 19, n. 3, p. 133-138, 2012.

Downloads

Publicado

2017-12-08

Edição

Seção

Artigos