Métodos de remoção da sarcotesta e aplicação de GA3 na germinação de sementes de Punica granatum L.

Elisete Aparecida Fernandes Osipi, Deived Uilian de Carvalho, Maria Aparecida da Cruz, Jethro Barros Osipe, Conceição Aparecida Cossa, Maria Aparecida Sorace

Resumo


A propagação em Punica granatum é realizada, predominantemente, através da semente, ocorrendo baixa taxa de germinação, devido à dormência e à rápida perda do seu poder germinativo. Investigações relacionadas à remoção da sarcotesta em sementes dessa espécie são escassas, como também a utilização de tratamentos pré-germinativos de ácido giberélico (GA3). Com isso, objetivou-se avaliar o efeito de métodos de remoção do arilo e o tratamento com GA3, na germinação de sementes de P. granatum. As sementes foram extraídas de frutos maduros e submetidas a três métodos para extração da sarcotesta: 1) lavagem manual em peneira e água corrente; 2) repouso em solução de cal virgem, durante 24 h; e 3) fermentação em sacarose, por 72 h. As sementes foram divididas em duas porções iguais, uma imersa em solução de 200 mg L-1 de GA3 e outra sem imersão em GA3. A degomagem com cal virgem foi eficiente, removendo de modo fácil e rápido toda sarcotesta das sementes, proporcionando maior velocidade (4,26) e percentual (60%) de germinação às mesmas. O tratamento com cal virgem associado à aplicação de GA3 promoveu um incremento no percentual de germinação (70%), contribuindo para melhor superação da dormência.


Palavras-chave


Ácido giberélico; Dormência; Sementes de romã

Texto completo:

PDF/A (English)

Referências


AGUIAR, R. S.; YAMAMOTO, L. Y.; PRETI, E. A.; SOUZA, G. R. B.; SBRUSSI, C. A. G.; OLIVEIRA, E. A. P.; ASSIS, A. M.; ROBERTO, S. R.; NEVES, C. S. V. J. Extração de mucilagem e substratos no desenvolvimento de plântulas de maracujazeiro-amarelo. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 35, p. 605-612, 2014.

ALVES, C. Z.; GODOY, A. R.; OLIVEIRA, N. C. Efeito da remoção da mucilagem na germinação e vigor de sementes de Hylocereus undatus Haw. Brazilian Journal of Agricultural Sciences, Recife, v. 7, n. 4, p. 586-589, 2012.

ARAÚJO, L. R.; ALVES, E. U.; RODRIGUES, C. M.; RODRIGUES, A. A. M. Emergência e crescimento inicial de plântulas de Eugenia jambolana Lam. após remoção da polpa. Ciência Rural, Santa Maria, v. 45, p. 14-18, 2015.

BATISTA, P. F.; MAIA, S. S. S.; COELHO, M. F. B.; BENEDITO, C. P.; GUIMARÃES, I. P. Propagação vegetativa de romã em diferentes substratos. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Mossoró, v. 6, n. 4, p. 96-100, 2011.

BARROSO, G. M.; MORIM, M. P.; PEIXOTO, A. L.; ICHASO, C. L. F. Frutos e sementes: morfologia aplicada à sistemática de dicotiledôneas. Viçosa: UFV, 1999. 443 p.

BRASIL – MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Regras para análise de sementes. Brasília: Secretaria de Defesa Agropecuária, 2009. 395 p.

CARDOSO, E. A. Qualidade fisiológica de sementes de pitombeira (Talisia esculenta). 2011. 54 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba, Areia. 2011.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Beneficiamento. In: CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. (Ed.). Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5 ed. Jaboticabal: Funep, 2012. p. 416-457.

CERVELLI, C. Effect of thermic treatments and seed manipulation on emergence of dwarf pomegranate (Punica granatum L ‘Nana’). Acta Horticulturae, Amsterdam, v. 362, p. 189-196, 1994.

CORRÊA, P. M. Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1978. 626 p.

DEEPIKA, R.; KANWAR, K. In vitro regeneration of Punica granatum L. plants from different juvenile explants. Journal of Fruit and Ornamental Plant Research, Skierniewice, v. 18, n. 1, p. 5-22, 2010.

DOS SANTOS, T. M.; FLORES, P. S.; DE OLIVEIRA, S. P.; DA SILVA, D. F. P.; BRUCKNER, C. H. Tempo de armazenamento e métodos de quebra de dormência em sementes do maracujá-de-restinga. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa, v. 2, n. 1, p. 26-31, 2012.

FREITAS, S. J.; BARROSO, D. G.; SILVA, R. F.; MARTINS, V. H. C. R.; FREITAS, M. D. S.; FERREIRA, P. R. Métodos de remoção da sarcotesta na germinação de sementes de jaracatiá. Revista Árvore, Viçosa, v. 35, n. 1, p. 91-96, 2011.

FINCH‐SAVAGE, W. E.; LEUBNER‐METZGER, G. Seed dormancy and the control of germination. New Phytologist, Lancaster, v. 171, n. 3, p. 501-523, 2006.

GOKTURK, A.; OLMEZ, Z.; KARASAH, B.; SURAT, H. Effects of cold stratification and sulphuric acid pre-treatments on germination of pomegranate (Punica granatum L.) seeds in greenhouse and laboratory conditions. Scientific Research and Essays, Sivas, v. 7, n. 25, p. 2225-2229, 2012.

KANWAR, K.; JOSEPH, J.; DEEPIKA, R. Comparison of in vitro regeneration pathways in Punica granatum L. Plant Cell Tissue and Organ Culture, Dordrecht, v. 100, p. 199-207, 2010.

KUCERA, B.; COHN, M. A.; LEUBNER-METZGER, G. Plant hormone interactions during seed dormancy release and germination. Seed Science Research, Wageningen, v. 15, n. 4, p. 281-307, 2005.

LANDIS, T. D.; BARTHELL, A.; LOUCKS, D.; WEBB, S. Seed treatments to overcome dormancy. Forest Nursery Notes, Lincoln, v. 7, p. 9-12, 1996.

LANGLEY, P. Why a pomegranate? British of Medicine Journal, London, v. 321, n. 4, p. 1153-1154, 2000.

LOPES, K. P.; BRUNO, R. L. A.; BRUNO, G. B.; AZEREDO, G. A. A. Comportamento de sementes de romã (Punica granatum L.) submetidas à fermentação e secagem. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 23, n. 2, p. 369-372, 2001.

LOPES, J. C.; TIRADENTES, A. T.; ALEXANDRE, R. S. Emergência e crescimento inicial de plântulas de maracujazeiro para obtenção de porta-enxertos. Magistra, Cruz das Almas, v. 25, n. 1, p. 55-62, 2013.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962.

MAROSTEGA, T. N.; CUIABAN, M. N.; RANZANI, R. E.; DA LUZ, P. B.; SOBRINHO, S. P. Efeito de tratamento térmico na superação de dormência de sementes de Passiflora suberosa L. Biosciência Journal, Uberlândia, v. 31, n. 2, p. 445-450, 2015.

MAROSTEGA, T. N.; FERRAZ, A. C. L.; ARAÚJO, L. M.; LUZ, P. B.; SOBRINHO, S. P.; NEVES, L. G. Superação de dormência em sementes de Passiflora foetida L. Perspectiva, Erechim, v. 37, n. 139, p. 57-64, 2013.

MARTINS, M. R.; REIS, M. C.; MENDES NETO, J. A.; GUSMÃO, L. L.; GOMES, J. J. A. Influência de diferentes métodos de remoção do arilo na germinação de sementes de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis sims f. flavicarpa Deg.). Revista da Faculdade de Zootecnia, Veterinária e Agronomia, Uruguaiana, v. 13, p. 117-128, 2006.

MATERECHERA, S. A.; SEEISO, T. M. Seed treatment to improve water imbibition and germination of pomegranate (Punica granatum). Acta Horticulturae, Amsterdam, v. 979, p. 713-721, 2013.

OLMEZ, Z.; TEMEL, F.; GOKTURK, A.; YAHYAOGLU, Z. Effects of sulphuric acid and cold stratification pre-treatments on germination of pomegranate (Punica granatum L.) seeds. Asian Journal of Plant Sciences, Faisalabad, v. 6, n. 2, p. 427-430, 2007.

OSIPI, E. A. F.; LIMA, C. B.; COSSA, C. A. Influence of methods of aryl remotion on physiology and quality of Passiflora alata. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 33, p. 680-685, 2011.

PEREIRA, K. J. C.; DIAS, D. C. F. Germinação e vigor de sementes de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) submetidas a diferentes métodos de remoção da mucilagem. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 22, n. 1, p. 288-291, 2000.

RAWAT, J. M. S.; TOMAR, Y. K.; RAWAT, V. Effect of stratification on seed germination and seedling performance of wild pomegranate. Journal of American Science, New York, v. 6, n. 5, p. 97-99, 2010.

SILVA, L. M. M. Protocolos de criopreservação de sementes de romã e juá. 2013. 144 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande. 2013.

SILVA, R. F. Extração de sementes de frutos carnosos. In: CARVALHO, N.M.; NAKAGAWA, J. (Ed.). Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5 ed. Jaboticabal: Funep, 2012. p. 458-484.

SOUSA, E. H. S., SAMPAIO, L. R., MONTELES, F. H. R.; GUISCEM, J. M. Germinação de sementes de romã (Punica granatum L.) submetidas à fermentação e tratamentos térmicos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22, 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2012. p. 5534-5538.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. Porto Alegre: Artmed, 2009. 819 p.

TAKATA, W.; SILVA, E. G.; CORSATO, J. M.; FERREIRA, G. Germinação de sementes de romãzeiras (Punica granatum L.) de acordo com a concentração de giberelina. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 36, n. 1, p. 254-260, 2014.

WAGNER JÚNIOR, A.; DOS SANTOS, C. E. M.; SILVA, J. O. C.; PIMENTEL, L. D.; BRUCKNER, C. H.; MAZARO, S. M. Densidade de sementes de três espécies de maracujazeiro na emergência e desenvolvimento inicial das plântulas. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 17, n. 3-4, p. 359-364, 2011.

WARREN, J. E.; BENNETT, M. A. Seed hydration using the drum priming system. HortScience, Alexandria, v. 32, n. 7, p. 1220-1221, 1997.

WERKMAN, C.; GRANATO, D. C.; KERBAUY, W. D.; SAMPAIO, F. C.; BRANDÃO, A. A. H.; RODE, S. M. Aplicações terapêuticas da Punica granatum L. (romã). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 10, n. 3, p. 104-111, 2008.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2018v31n2p1

Direitos autorais 2018 Elisete Aparecida Fernandes Osipi, Deived Uilian de Carvalho, Maria Aparecida da Cruz, Jethro Barros Osipe, Conceição Aparecida Cossa, Maria Aparecida Sorace

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.