Sais inorgânicos no controle em pós-colheita de Penicillium digitatum (Pers.) Sacc. em laranja

Anderson Eduardo Brunetto, Keilor da Rosa Dorneles, Cassio Muller, Leandro José Dallagnol

Resumo


O objetivo da pesquisa foi avaliar o efeito da aplicação dos sais inorgânicos cloreto de potássio (KCl), hidróxido de potássio (KOH) e silicato de potássio (K2O3Si) sobre laranja no controle do bolor verde causado por Penicillium digitatum. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições, cada uma composta por vinte frutos. Os frutos foram lavados, desinfestados e feridos com uma agulha (2-3 mm de profundidade), após 24 h foram tratados com os sais inorgânicos ou água destilada (controle) e 2 h após, inoculados por meio da deposição de 15 µL da suspensão de esporos de P. digitatum. Às 96, 120 e 245 horas após a inoculação (hai) foram realizadas as avaliações de incidência do bolor verde, taxa da expansão da lesão, tamanho da lesão e da área esporulante. Às 245 hai, entre os sais, o KOH e o K2O3Si foram os mais efetivos, afetando todas as variáveis avaliadas, reduzindo a incidência da doença em 80% e 36%, respectivamente, quando comparados à testemunha. Contudo, o tratamento com o KOH afetou a qualidade visual dos frutos, ocasionando enrugamento e desidratação da casca. Desse modo, conclui-se que, entre os sais inorgânicos testados, o K2O3Si (50 g.L-1) apresentou redução no bolor verde sem comprometer a qualidade visual do fruto, podendo ser incluído como uma medida complementar no manejo da doença.


Palavras-chave


Bolor verde; Citricultura; Controle de podridões; Minerais; Silício

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2018v31n4p65

Direitos autorais 2018 Anderson Eduardo Brunetto, Keilor da Rosa Dorneles, Cassio Muller, Leandro José Dallagnol

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.