Bioprospecção de rizobactérias para o controle in vitro de Pyricularia grisea, tratamento de sementes e promoção de crescimento de plântulas de arroz

Autores

  • Renata Silva Canuto de Pinho Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Bruna Canabarro Pozzebon Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Caroline Carvalho Aguirre Calvano Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Rosana Taschetto Vey Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Amanda dos Santos Hajar Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Bianca Moraes Rodrigues Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil
  • Ketlen Raisa Rey Rodrigues Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2019v32n3p23

Palavras-chave:

Controle biológico, Índice de velocidade de germinação, Oryza sativa, Promoção de crescimento

Resumo

Objetivou-se, com esse estudo, isolar e selecionar rizobactérias autóctones de arroz, com potencial para o controle in vitro de Pyricularia grisea, para o controle de fungos veiculados por sementes e para a promoção de crescimento em plântulas de arroz. Para isso, foram isoladas 18 rizobactérias autóctones de arroz, as quais foram submetidas ao teste de antibiose in vitro, em que se avaliou o índice de velocidade de crescimento micelial e o percentual de inibição de crescimento micelial. No tratamento de sementes com rizobactérias, as sementes foram bacterizadas e, posteriormente, avaliou-se a qualidade sanitária (incidência de fungos), a qualidade fisiológica (vigor, germinação e índice de velocidade de germinação de sementes) e a promoção de crescimento das plântulas. No teste de antibiose, todos os isolados apresentaram potencial de antagonismo frente à P. grisea. Houve melhorias na qualidade sanitária das sementes de arroz. Contudo, os isolados não apresentaram efeito positivo sobre a qualidade fisiológica das sementes. Três isolados induziram os maiores incrementos de parte aérea e raiz de plântulas de arroz na promoção de crescimento. Assim, conclui-se que as rizobactérias testadas apresentaram potencial de controle in vitro de fungos, em especial a P. grisea, e também para promoção de crescimento de plântulas de arroz.

Biografia do Autor

Renata Silva Canuto de Pinho, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Possui graduação em AGRONOMIA pela Universidade Estadual de Montes Claros, mestrado e doutorado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade Federal de Lavras. Atualmente é Professora Adjunta IV da Universidade Federal do Pampa. Atua na área de Fitopatologia, com ênfase em Nematologia e Controle Biológico.

Bruna Canabarro Pozzebon, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) em 2013. Mestre em Fitotecnia, com ênfase em Fitopatologia, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 2015. Doutora em Fitopatologia na Universidade Federal de Lavras (UFLA), em 2018. Tem experiência na área de Agronomia/Fitopatologia, atuando principalmente com os seguintes temas: resistência de plantas a doenças, bacteriologia vegetal, biologia molecular, controle biológico de doenças de plantas e micologia.

Caroline Carvalho Aguirre Calvano, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Pampa.

Rosana Taschetto Vey, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal do Pampa, campus Itaqui/RS. Mestrado em Agrobiologia pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente Eng. Agrônoma na Cooperativa Agropecuária de São Pedro do Sul Ltda (COOPERAGRO)/ Aluna do Programa Especial de Graduação (PEG) na Universidade Federal de Santa Maria. Professora/tutora do curso Gestão de Agronegócio (Tecnólogo) na Universidade Cruzeiro do Sul Polo São Pedro do Sul.

Amanda dos Santos Hajar, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Pampa.

Bianca Moraes Rodrigues, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Estudante de Agronomia pela Universidade Federal do Pampa.

Ketlen Raisa Rey Rodrigues, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui Rua Luiz Joaquim de Sá Britto, s/n, CEP 97.650-000, Itaqui – RS, Brasil

Possui graduação em Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal do Pampa (2017). Atualmente cursando o 7º semestre do curso de Agronomia da Universidade Federal do Pampa. 

Referências

AL-BAHRY, S. N.; AL-WAHAIBI, Y. M.; ELSHAFIE, A. E.; AL-BEMANI, A. S.; JOSHI, S. J.; AL-AKHMARI, H. S.; AL-SULAIMANI, H. S. Biosurfactant production by Bacillus subtilis B20 using date molasses and its possible application in enhanced oil recovery. International Biodeterioration & Biodegradation, Barking, v. 81, p. 141-146, 2013.

ANACKER, L. F.; SCHAFER, J. T.; CORREA, B. O.; BENEDETI, P. R.; ANDRÉA B. M. Controle biológico da mancha parda em arroz irrigado pelo uso de rizobactérias isoladas e combinadas. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, ENCONTRO DE PÓS GRADUAÇÃO e MOSTRA CIENTÍFICA, XIX, XII, II, 2010, Pelotas. Resumos... Pelotas: UFPEL, 2010. Versão eletrônica.

BARNETT, H. L.; HUNTER, B.B. Illustrated genera of imperfect fungi. 4 ed. New York: Macmillan Publishing Company, 1986. 218 p.

BARROCAS, E. N.; MACHADO, J. C. Introdução a patologia de sementes e testes convencionais de sanidade de sementes para a detecção de fungos fitopatogênicos. Informativo ABRATES, Londrina, v. 20, n. 3, p. 74-77, 2010.

BEZERRA, G. A.; MACEDO, D. A.; NASCIMENTO, I. O.; SOUSA, T. P.; COSTA, N. B.; SOUSA, L. F. R. A. Uso de Bacillus spp. no controle de fitopatógenos em sementes de soja variedade BRS Valiosa RR. Agrossistemas, Belém, v. 5, n. 1, p. 68-73, 2013.

BRASIL – MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Regras para análise de sementes. Brasília: Secretaria de Defesa Agropecuária, 2009. 395 p.

CELMER, A.; MADALOSSO, M. G.; DEBORTOLI, M. P.; NAVARINI, L.; BALARDIN, R. S. Controle químico de doenças foliares na cultura do arroz irrigado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, p. 901-904, 2007.

CHAIBUB, A. A.; SENA, A. P. A.; MAGALHÃES, M. S.; CORTES, M. V. C. B.; SILVA-LOBO, V. L.; FILIPPI, M. C. C.; ARAUJO, L. G. Antagonismo in vitro e in vivo entre Magnaporthe oryzae e bactérias do filoplano do arroz. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 44, 2011, Bento Gonçalves. Resumos... Bento Gonçalves: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2011. Versão eletrônica.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, p. 1039-1042, 2011.

FILIPPI, M. C. C.; SILVA, G. B.; SILVA-LOBO, V. L.; CORTES, M. V. C. B.; MORAES, A. J. G.; PRABHU, A. S. Leaf blast (Magnaporthe oryzae) suppression and growth promotion by rhizobacteria on aerobic rice in Brazil. Biological Control, Cambridge, v. 58, p. 160-166, 2011.

KADO, C. L.; HESKETT, M. G. Selective media for isolation of Agrobacterium, Corynebacterium, Erwinia, Pseudomonas and Xanthomonas. Phytopathology, East Lansing, v. 60, p. 969-976, 1970.

LIMA, O. D. R.; OLIVEIRA, L. J. M. G.; SILVA, M. S. B. S; RODRIGUES, A. A. C. Ação antifúngica in vitro de isolados de Bacillus ssp. sobre Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici. Revista Caatinga, Mossoró, v. 27, n. 4, p. 57-64, 2014.

LIU, Q.; LIN, J.; WANG, W.; HUANGA, H.; LI, S. Production of surfactin isoforms by Bacillus subtilis BS-37 and its applicability to enhanced oil recovery under laboratory conditions. Biochemical Engineering Journal, Amsterdam, v. 93, p. 31-37, 2015.

LUCAS, J. A.; SOLANO, B. R.; MONTES, F.; OJEDA, J.; MEGIAS, M.; MANERO, F. J. G. Use of two PGPR strains in the integrated management of blast disease in rice (Oryza sativa) in Southern Spain. Field Crops Research, Weigang, v. 114, p. 404-410, 2009.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962.

MAIA, F. G. M.; ARMESTO, C.; ZANCAN, W. L. A.; MAIA, J. B.; ABREU, M. S. de. Efeito da temperatura no crescimento micelial, produção e germinação de conídios de Colletotrichum spp. isolados de mangueira com sintomas de antracnose. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 27, n. 2, p. 205-210, 2011.

MARCUZZO, L. L. Efeito de rizobactérias sobre o biocontrole e promoção de crescimento de plantas. Ágora: Revista de Divulgação Cientifica, Mafra, v. 17, n. 1, p. 1-11, 2010.

MOURA, A. B.; LUDWIG, J.; SANTOS, A. G.; SCHAFER, J. T.; SOARES, V. N.; CORRÊA, B. O. Biocontrol and seed transmission of Bipolaris oryzae and Gerlachia oryzae to rice seedlings. Journal of Seed Science, Londrina, v. 36, n. 4, p. 407-412, 2014.

NEJAD, M. S.; BONJAR, G. H. S.; DEHKAEI, F. P. Control of Bipolaris oryzae the causal agent of rice brown spot disease via soil Streptomyces sp. isolate G. International Journal of Advanced Biological and Biomedical Research, New Delhi, v. 2, p. 310-317, 2014.

NUNES, C. D. M.; MARTINS, J. F. da S. Eficiência de fungicidas no controle da brusone do arroz irrigado na safra 2015/2016. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ARROZ IRRIGADO, 10, 2017, Gramado. Resumos... Gramado: SOSBAI, 2017. Versão eletrônica.

OOSTENDORP, M.; SIKORA, R. A. Seed treatment with antagonistic rhizobacteria for the suppression of Heterodera schachtii early root infection of sugar beet. Revue de Nématologie, Paris, v. 1, n. 12, p. 77-83, 1989.

PINHO, R. S. C.; CAMPOS, V. P.; SOUZA, R. M.; SILVA, J. R. C.; OLIVEIRA, M. S.; PIMENTEL, G. C. S.; COSTA, S. A. S. Efeito de bactérias endofíticas no controle de Meloidogyne incognita e sua capacidade de colonização de raízes de tomateiro. Nematologia Brasileira, Piracicaba, v. 33, p. 54-60, 2009.

PRABHU, A. S.; FILIPPI, M. C. C.; RIBEIRO, A. S. Doenças e seu controle. In: SANTOS, A. B.; STONE, L. F.; VIEIRA, N. R. A. (Ed.). A cultura do arroz no Brasil. Santo Antônio de Goiás: Embrapa/CNPAF, p. 561-590, 2006.

RODRIGUES, A. A.; FORZANI, M. V.; SOARES, R. D. S.; SIBOV, S. T.; VIEIRA, J. D. G. Isolation and selection of plant growth-promoting bacteria associated with sugarcane. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 2, p. 149-158, 2016.

RYU, E. On the Gram-differentiation of bacteria by the simplest method. Journal of the Japanese Society for Veterinary Science, Japan, v. 7, p. 31, 1938.

SANTOS, G. R.; CHAGAS, J. F. R.; TAVARES, A. T.; CASTRO NETO, M. D.; SARMENTO, R. A.; CHAGAS JÚNIOR, A. F.; NASCIMENTO, I. R. Danos causados por doenças fúngicas no arroz cultivado em várzeas no Sul do Estado do Tocantins. Bragantia, Campinas, v. 70, n. 4, p. 869-875, 2011.

SOSBAI – SOCIEDADE SUL-BRASILEIRA DE ARROZ IRRIGADO. Arroz irrigado: recomendações técnicas da pesquisa para o Sul do Brasil. Cachoeirinha: Sociedade Sul-Brasileira de Arroz Irrigado, 2018. 205 p.

SOUZA, E. C.; VESSONI-PENNA, T. C.; OLIVEIRA, R. P. S. Biosurfactant enhanced hydrocarbon bioremediation. International Biodeterioration & Biodegradation, Barking, v. 89, p. 88-94, 2014.

SOUZA JÚNIOR, I. T.; SCHAFER, J. T.; CORRÊA, B. O.; FUNCK, G. D.; MOURA, A. B. Expansion of the biocontrol spectrum of foliar diseases in rice with combinations of rhizobacteria. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 48, n. 3, p. 513-522, 2017.

SUNDER, S.; SINGH, R.; AGARWAL, R. Brown spot of rice: an overview. Indian Phytopathology, New Delhi, v. 67, p. 201-215, 2014.

ZARPELON, T. G. Caracterização de rizobactérias e eficiência Rizolyptus® no enraizamento e crescimento de eucalipto. 2007. 82 f. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.

Downloads

Publicado

2019-08-20

Edição

Seção

Artigos