Caracterização molecular de Prosopis juliflora (Sw.) DC. por meio de marcadores moleculares e índices de similaridade genética

Messulan Rodrigues Meira, Luiz Henrique Tolentino Santos, Quirlian Queite Araújo Anjos, Brenda Emilly Ferreira Santos, Leonardo de Sousa Guimarães, Carlos Bernard Moreno Cerqueira Silva

Resumo


Algaroba, Prosopis juliflora (Sx.) DC., é uma espécie arbórea adaptada no Brasil com valor alimentício animal e ambiental para reflorestamento. Porém pouco se sabe sobre sua diversidade genético-molecular. Portanto objetivou-se estudar diferentes índices de similaridade a partir de caracterizações genéticas da algaroba obtidas por meio dos marcadores ISSR e RGA em indivíduos naturalizados no sudoeste da Bahia. Folhas jovens de 36 indivíduos foram coletadas no município de Itapetinga, Bahia. O DNA foi extraído pelo método SDS 10% e quantificado pela razão de absorbância A260/A230 e A 260/A280 nm. Dez pares de RGA e 23 iniciadores ISSR foram utilizados para a reação de PCR, cujas reações foram submetidas à eletroforese em gel de agarose a 2% por 2 h. O resultado da genotipagem (matriz binária) foi utilizado para cálculo dos índices de similaridade de Jaccard, Simple Matching e Sorensen Dice. Por fim, foram realizados os agrupamentos UPGMA, otimização de Tocher e PCA. Foram observados 205 e 68 marcas polimórficas, com heterozigosidade esperada de 0,28 e 0,21; informação polimórfica de 91,71% e 0,17% e distância genética de 8,0 e 8,53 para ISSR e RGA, respectivamente. Essas informações contribuem para o entendimento da distribuição e adaptação da espécie em áreas reflorestadas.


Palavras-chave


Algaroba; Coeficientes de similaridade; Diversidade; Recurso genético

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDRADE, L. A.; FABRICANTE, J. R.; OLIVEIRA, F. X. Impactos da invasão de Prosopis juliflora (Sw.) DC. (Fabaceae) sobre o estrato arbustivo-arbóreo em áreas de Caatinga no estado da Paraíba, Brasil. Acta Scientiarum Biological Sciences, Maringá, v. 32, 3, p. 249-255, 2010.

ARAÚJO, L. B. R.; NETO, A. M. B.; GODIM, G. M. C.; PIRES, K. R. A.; BERTINI, C. H. C. M. Diversidade genética em famílias de meios-irmãos de pinhão manso. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 14, n. 25, p. 452-465, 2017.

BORÉM, A.; CAIXETA, E. T. (Ed.). Marcadores moleculares. 2 ed. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa; Brasília: Embrapa Café, 2009. 532 p.

BOTSTEIN, D.; WHITE, R. L.; SKOLNICK, M.; DAVIS, R. W. Construction of a genetic linkage map in man using restriction fragment length polymorphisms. American Journal of Human Genetics, Houston, v. 32, n. 3, p. 314-331, 1980.

BURNNET, A. A ‘saga’ político-ecológica da algaroba no semiárido brasileiro. Journal of Social Studies, Erzurum, v. 19, n. 38, p. 148-175, 2017.

COSTA, D. F.; VIEIRA, F. A.; FAJARDO, C. G.; CHAGAS, K. P. T. Diversidade genética e seleção de iniciadores ISSR em uma população natural de mangaba (Hancornia speciosa Gomes) (Apocinaceae). Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 37, n. 4, p. 970-976, 2015.

CRUZ, C. D.; FERREIRA, F. M.; PESSONI, L. A. Biometria aplicada ao estudo da diversidade genética. Viçosa: Suprema, 2011. 620 p.

CUNHA, L. H.; SILVA, R. A. G. A trajetória da algaroba no semiárido nordestino: dilemas políticos e científicos. Raízes, Campina Grande, v. 32, n. 1, p. 1-24, 2012.

DUARTE, M. C.; SANTOS, J. B.; MELO, L. C. Comparison of similarity coefficients based on RAPD markers in the common bean. Genetics and Molecular Biology, Ribeirão Preto, v. 22, n. 3, p. 427-432, 1999.

HARTL, D. L.; CLARK, A. G. Princípios de Genética de Populações. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 660 p.

HONGYU, K.; SANDANIELO, V. L. M.; OLIVEIRA JUNIOR, G. J. Análise de Componentes Principais: resumo teórico, aplicação e interpretação. Engineering and Science, Cuiabá, v. 5, n. 1, p. 83-90, 2015.

JACCARD, P. Nouvelles recherches sur la distribution florale. De la Societé Vaudoise des Sciences Natureles, Zurich, v. 44, n. 1, p. 223-270, 1908.

JONES, J.; DANGL, J. The plant immune system. Nature, London, v. 444, n. 1, p. 323-329, 2006.

MEDEIROS, M. A.; RIET-CORREA, F.; PESSOA, A. F. A.; PESSOA, C. R. M.; BATISTA, J. A. B.; DANTAS, A. F. M.; MIRANDA NETO, E.; MEDEIROS, R. M. T. Utilização de vagens de Prosopis juliflora na alimentação de bovinos e equinos. Pesquisa Veterinária Brasileira, Seropédica, v. 32, n. 10, p. 1014-10162, 2012.

MEYER, A. S. Comparação de coeficientes de similaridade usados em análises de agrupamento com dados demarcadores moleculares dominantes. 2002. 106 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba. 2002.

NEI, M. Estimation of average heterozygosity and genetic distance from a small number of individuals. Genetics, Pittsburgh, v. 89, n. 3, p. 583-590, 1978.

PEGADO, C. M. A.; ANDRADE, L. A.; FÉLIX, L. P.; PEREIRA, I. M. Efeitos da invasão biológica de algarroba Prosopis juliflora (Sw.) DC. sobre a composição e a estrutura do estrato arbustivo-arbóreo da caatinga no município de Monteiro, PB, Brasil. Acta Botanica Brasilica, Belo Horizonte, v. 20, n. 4, p. 887-898, 2006.

PIRES, I. E.; KAGEYAMA, P. Y. Caracterização da base genética de uma população de algaroba – Prosopis Juliflora (Sw.) DC. – existente na região de Soledade-PB. Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais, Piracicaba, v. 30, n. 1, p. 29-36, 1985.

REDDY, P.; SARLA, N.; SIDDIQ, E. A. Inter simple sequence repeat (ISSR) polymorphism and its application in plant breeding. Euphytica, Amsterdam, v. 128, n. 1, p. 9-17, 2002.

RODRIGUES, L. C.; SILVA, A. A.; SILVA, R. B.; OLIVEIRA, A. F. M.; ANDRADE, L. H. C. Conhecimento e uso da carnaúba e da algaroba em comunidades do Sertão do Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil. Revista Árvore, Viçosa, v. 37, n. 3, p. 451-457, 2013.

ROHLF, F. J. NTSYS-pc: numerical taxonomy and multivariate analysis system, version 2.1. New York: Exeter Software, 2000. 98 p.

SEKHWAL, M. K.; PINGCHUAN, L.; LAM, I.; WANG, X.; CLOUTIER, S.; YOU, F. M. Disease Resistance Gene Analogs (RGAs) in plants. International Journal of Molecular Sciences, Basel, v. 16, n. 8, p. 19248-19290, 2015.

SNEATH, P. H.; SOKAL, R. R. Numerical taxonomy: the principles and practice of numerical classification. 1 ed. W. H. San Francisco: Freeman, 1973. 573 p.

SOKAL, R. R.; ROHLF, F. J. The comparison of dendograms by objective methods. Taxon, Vienna, v. 11, n. 1, p. 30-40. 1962.

SUNNUCKS, P.; HALES, D. F. Numerous transposed sequences of mitochondrial cytochrome oxidase I-II in aphids of the genus Sitobion (Hemiptera:Aphididae). Molecular Biology and Evolution, Oxford, v. 13, n. 3, p. 510-524, 1996.

ZOLET, A. C. T.; TURCHETTO, C.; ZANELLA, C. M.; PASSAIA, G. Marcadores moleculares na era genômica: metodologias e aplicações. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Genética, 2017. 181 p.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2020.e70282

Direitos autorais 2020 Messulan Rodrigues Meira, Luiz Henrique Tolentino Santos, Quirlian Queite Araújo Anjos, Brenda Emilly Ferreira Santos, Leonardo de Sousa Guimarães, Carlos Bernard Moreno Cerqueira Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.