Pescadores e aves marinhas: etnobiologia de uma comunidade pesqueira no sul do Brasil

Mariana Scain Mazzochi, Caio José Carlos

Resumo


Comunidades dependentes de recursos pesqueiros combinam informações acerca do comportamento da ictiofauna com características oceanográficas e interações ecológicas. Esse conhecimento é definido como tradicional: um complexo entre conhecimento histórico, prático e crenças, os quais evoluem por processos adaptativos e são transmitidos através das gerações. No litoral norte do Rio Grande do Sul, uma comunidade estabelecida nas margens do Rio Tramandaí realiza pesca de emalhe. A interação com animais marinhos ocorre em todas as artes de pesca na região, e a captura incidental de aves marinhas é registrada no sul do país. Predadoras de topo, as aves interagem com barcos pesqueiros em busca de alimento. O objetivo do presente estudo é explorar o conhecimento dos pescadores sobre as aves marinhas. Doze pescadores de Imbé foram entrevistados. Nas narrativas escritas, utilizou-se a análise de discurso. Os pescadores identificam as espécies de aves e as relacionam ao ambiente, reconhecem seus ciclos de vida, e utilizam seus comportamentos para localizar o recurso pesqueiro e obter dados oceanográficos e meteorológicos para aprimorar a navegação. Dessa forma, verificou-se que o conhecimento sobre as aves é uma variável para a orientação no oceano e para a realização de uma pesca efetiva.


Palavras-chave


Comunidade tradicional; Conhecimento tradicional; Conservação; Pesca

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABREU, P. C.; CASTELLO, J. P. Interações entre os ambientes estuarino e marinho. In: SEELIGER, U.; ODEBRECHT, C.; CASTELLO, J. P. (Ed.). Os ecossistemas costeiro e marinho do sul do Brasil. Rio Grande: Editora Ecoscientia, 1998. p. 199-204.

ALFARO, M.; MAUCO, L.; NORBIS, W.; LIMA, M. Temporal variation on the diet of the South American Tern (Sterna hirundinacea, Charadriiformes: Laridae) on its wintering grounds. Revista Chilena de Historia Natural, Santiago, v. 84, p. 451-460, 2011.

ASHMOLE, N. P. Seabird ecology and the marine environment. In: FARNER, D. S., KING, J. S.; PARKES, K. C. (Ed.). Avian Biology. Vol. I. New York: Academic Press, 1971. p. 224-286.

BERKES, F. Sacred ecology: traditional ecological knowledge and resource management. Philadelphia: Taylor & Francis, 1999. 209 p.

BERKES, F.; COLDING, J.; FOLKE, C. Rediscovery of traditional ecological knowledge as adaptive management. Ecological Applications, Ithaca, v. 5, n. 10, p. 1251-1262, 2000.

BIRDLIFE INTERNATIONAL. Tracking ocean wanderers: the global distribution of albatrosses and petrels – Results from the Global Procellariiform Tracking Workshop. Cambridge: Birdlife International, 2004. Disponível em http://www.birdlife.org/sites/default/files/attachments/tracking_ocean_wanderers.pdf.

BRASIL. Decreto n° 6.040, de 7 de fevereiro de 2007. Institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. 2007. Brasília: DOU de 08/02/2007.

BRASIL. Resolução n° 2, de 15 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. 2012. Brasília: DOU de 15/06/2012.

BRASIL. Portaria n° 444, de 17 de dezembro de 2014. Declara a lista nacional de espécies ameaçadas de extinção. 2014. Brasília: DOU de 18/12/2014.

BUGONI, L.; NEVES, T. S.; LEITE JR., N. O.; CARVALHO, D.; SALES, G.; FURNESS, R. W.; STEIN, C. E.; PEPPES, F. V.; GIFFONI, B. B.; MONTEIRO, D. S. Potential bycatch of seabirds and turtles in hook-and-line fisheries of the Itaipava Fleet, Brazil. Fisheries Research, St John’s, v. 90, n. 1-3, p. 217-224, 2008.

CAMARGO, Y. R. A percepção ambiental dos usuários da barra do rio Tramandaí sobre o boto da barra, Tursiops sp. (Cetartiodactyla: Delphinidae). 2014. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2014.

CAREGNATO, R. C. A.; MUTTI, R. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 15, n. 4, p. 679-684, 2006.

CARLOS, C. J. Seabird diversity in Brazil: a review. Sea Swallow, London, v. 58, p. 17-46, 2008.

CEPSUL – CENTRO NACIONAL DE PESQUISA E CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE MARINHA DO SUDESTE E SUL; ICMBIO – INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. Artes de pesca. 1994. Disponível em http://www.icmbio.gov.br/cepsul/artes-de-pesca.html.

CROXALL, J. P.; WOOD, A. G. The importance of the Patagonian Shelf for top predator species breeding at South Georgia. Aquatic Conservation: Marine and Freshwater Ecosystems, Malden, v. 12, p. 101-118, 2002.

DIAMOND, J. Unwritten knowledge. Nature, London, v. 410, p. 521, 2001.

DEL HOYO, J. A.; ELLIOT, J.; SARGATAL. Handbook of the birds of the world. Vol. I: Ostrich to Ducks. Barcelona: Lynx Edicions, 1992. 696 p.

DEL HOYO, J. A.; ELLIOT, J.; SARGATAL. Handbook of the birds of the world. Vol. III: Hoatzin to Auks. Barcelona: Lynx Edicions, 1996. 821 p.

DIAS, J. N.; MESQUITA, J. X. Potencialidade e exploração dos recursos pesqueiros do Brasil. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 40, p. 427-441, 1988.

DIEGUES, A. C. S. Etnoconservação: novos rumos para a proteção da natureza nos trópicos. São Paulo: Hucitec, 2000. 290 p.

DIEGUES, A. C. S.; VIANA, V. M. Comunidades tradicionais e manejo dos recursos naturais da Mata Atlântica. São Paulo: Hucitec, 2004. 273 p.

DITT, E. H.; MANTOVANI, W.; VALLADARES-PADUA, C.; BASSI, C. Entrevistas e aplicação de questionários em trabalhos de conservação. In: CULLEN, L.; RUDRAN, R.; VALLADARES-PADUA, C. (Ed.). Métodos de estudos em Biologia da Conservação e Manejo da Vida Silvestre. 2 ed. Curitiba: Editora UFPR, 2009. p. 617-632.

DUARTE, F. D. As redes do suor: a reprodução social dos trabalhadores da pesca em Jurujuba. Niterói: Editora da UFF, 1999. 289 p.

EYTHORSSON, E. Sami fjord fishermen and the state: traditional knowledge and resource management in Northern Norway. In: INGLIS, J. T. (Ed.). Traditional ecological knowledge concepts and cases. Ottawa: International Development Research Centre, 1993. p. 133-150.

FEPAM – FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO AMBIENTAL HENRIQUE LUIZ ROESSLER; GERCO – PROGRAMA DE GERENCIAMENTO COSTEIRO. Litoral norte. 2018. Disponível em http://www.fepam.rs.gov.br/programas/gerco_norte.asp.

FERREIRA, E. C.; MUELBERT, M. M. C; SECCHI, E. R. Distribuição espaço-temporal das capturas acidentais de toninhas (Pontoporia blainvillei) em redes de emalhe e dos encalhes ao longo da costa sul do Rio Grande do Sul, Brasil. Atlântica, Rio Grande, v. 32, n. 2, p. 183-197, 2010.

FURNESS, R. W.; MONAGHAN, P. Seabird ecology. Glasgow: Blackie & Son, 1987. 164 p.

GADGIL, M.; BERKES, F.; FOLKE, C. Indigenous knowledge for biodiversity conservation. AMBIO: A Journal of the Human Environment, Washington, v. 22, n. 2, p. 151-156, 1993.

HAMER, K. C.; FURNESS, R. W.; CALDOW, R. W. G. The effect of changes in food availability on the breeding ecology of great skuas Catharacta skua. Journal of Zoology, London, v. 223, p. 175-188, 1991.

HUBOLD, G. Hydrography and plankton off southern Brazil and Rio de la Plata, August-November 1977. Atlântica, Rio Grande, v. 4, p. 1-21, 1980a.

HUBOLD, G. Second report on hydrography and plankton off southern Brazil and Rio da Prata, autumn cruise: April-June 1978. Atlântica, Rio Grande, v. 4, p. 23-42, 1980b.

ILHA, E. B. Pescadores e botos: histórias de uma conexão em rede. 2016. 92 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2016.

JIMÉNEZ, S.; DOMINGO, A.; ABREU, M.; BRAZEIRO, A. Structure of the seabird assemblage associated with pelagic longline vessels in the southwestern Atlantic: implications for bycatch. Endangered Species Research, Luhe, v. 15, p. 241-254, 2011.

MORENO, I. B.; TAVARES, M.; DANILEWICZ, D.; OTT, P. H.; MACHADO, R. Descrição da pesca costeira de média escala no litoral norte do Rio Grande do Sul: comunidades pesqueiras de Imbé/Tramandaí e Passo de Torres/Torres. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v. 35, n. 1, p. 129-140, 2009.

NEVES, T. S.; BUGONI, L.; MONTEIRO, D. S.; ESTIMA, S. C. Medidas mitigadoras para reduzir a captura incidental de aves marinhas em pescarias com espinhéis no Brasil. Santos: Editora Comunnicar, 2008. 101 p.

NEVES, T. S.; OLMOS, F.; PEPPES, F. V.; MOHR, L. V. Plano de ação para a conservação de albatrozes e petréis. 2006. Disponível em http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-plano-de-acao/pan-albatrozes/albatrozes-parte1.pdf http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-plano-de-acao/pan-albatrozes/albatrozes-parte2.pdf.

NEWELL, D.; OMMER, R. E. Fishing places, fishing people: traditions and issues in Canadian small-scale fisheries. Toronto: University of Toronto Press, 1999. 412 p.

OCEANA BRASIL. Supremo Tribunal Federal mantém proibição à pesca de arrasto no litoral do RS. 2019. Disponível em https://brasil.oceana.org/pt-br/imprensa/comunicados-a-imprensa/supremo-tribunal-federal-mantem-proibicao-pesca-de-arrasto-no.

OLMOS, F.; BUGONI, L.; NEVES, T.; PEPPES, F. Caracterização das aves oceânicas que interagem com a pesca de espinhel no Brasil. In: ROSSI-WONGTSCHOWSKI, C. L. B.; BUGONI, L.; NEVES, T. (Ed.). Aves oceânicas e suas interações com a pesca na região Sudeste-Sul do Brasil. São Paulo: Instituto Oceanográfico USP (Série documentos Revizee: Score Sul), 2006. 104 p.

OLSON, D. B.; PODESTÁ, G. P.; EVANS, R. H.; BROWN, O. B. Temporal variations in the separation of the Brazil and Malvinas Currents. Deep Sea Research, Rhode Island, v. 35, p. 1971-1990, 1988.

PENNYCUICK, C. J. Flight of seabirds. In: CROXALL, J. P. (Ed.). Seabirds: feeding biology and role in marine ecosystems. Cambridge: Cambridge University Press, 1987. p. 43-62.

PERUCCHI, L. C.; COELHO-DE-SOUZA, G. Cartilha do pescador artesanal: etnoecologia, direitos e territórios na Bacia do Rio Tramandaí. Maquiné: Via Sapiens, 2015. 87 p.

PIACENTINI, V. Q.; ALEIXO, A.; AGNE, C. E.; MAURÍCIO, G. N.; PACHECO, J. F.; BRAVO, G. A.; BRITO, G. R. R.; NAKA, L. N.; OLMOS, F.; POSSO, S.; SILVEIRA, L. F.; BETINI, G. S.; CARRANO, E.; FRANZ, I.; LEES, A. C.; LIMA, L. M.; PIOLI, D.; SCHUNK, F.; DO AMARAL, F. R.; BENCKE, G. A.; COHN-HAFT, M.; FIGUEIREDO, L. F. A.; STRAUBE, F. C.; CESARI, E. Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee. Revista Brasileira de Ornitologia, Belém, v. 23, n. 2, p. 91-298, 2015.

PRINCE, P. A.; MORGAN, R. A. Diet and feeding ecology of Procellariiformes. In: CROXALL, J. P. (Ed.). Seabirds: feeding biology and role in marine ecosystems. Cambridge: Cambridge University Press, 1987. p. 135-173.

RAYCHAUDHURI, B. The moon and the net: study of a transient community of fisherman at Jambudwip, Calcutta. Calcutta: Anthropological Survey of India, 1980. 274 p.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto nº 51.797, de 8 de setembro de 2014. Declara as espécies da fauna silvestre do Rio Grande do Sul ameaçadas de extinção. Estado do Rio Grande do Sul. 2014. Porto Alegre: DOE de 09/09/2014.

RIO GRANDE DO SUL. Lei nº 15.223, de 5 de setembro de 2018. Institui a Política Estadual de Desenvolvimento Sustentável da Pesca no Estado do Rio Grande do Sul e cria o Fundo Estadual da Pesca. 2018. Porto Alegre: DOE de 06/09/2018.

ROCHA, D.; DEUSDARÁ, B. Análise de Conteúdo e Análise do Discurso: aproximações e afastamentos na (re)construção de uma trajetória. Alea: Estudos Neolatinos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, p. 305-322, 2005.

RUDDLE, K. Local knowledge in the future management of inshore tropical marine resources and environments. Nature and Resources, Aracaju, v. 30, n. 1, p. 28-37, 1994.

SILVA, E. D.; BRANDÃO, S. Estudo de um campo semântico da linguagem do pescador norte-fluminense. In: DIEGUES, A. C.; SALLES, R. (Ed.). Série Documentos e Relatórios de Pesquisa: II Encontro de Ciências Sociais e o Mar. São Paulo: Centro de Culturas Marítimas, 1988. p. 226-235.

SILVA, G. Tudo o que tem na terra tem no mar. A classificação dos seres vivos entre os trabalhadores da pesca em Piratininga. In: DIEGUES, A. C; SALLES, R. (Ed.). Série Documentos e Relatórios de Pesquisa: II Encontro de Ciências Sociais e o Mar. São Paulo: Centro de Culturas Marítimas, 1988. p. 216-225.

SILVANO, R. A. M.; VALBO-JØRGENSEN, J. Beyond fishermen’s tales: contributions of fishers’ local ecological knowledge to fish ecology and fisheries management. Environment, Development and Sustainability, London, v. 10, p. 657-675, 2008.

STROHAECKER, T. M.; FUJIMOTO, N. S. V. M.; FERREIRA, A. H.; KUNST, A. V. Caracterização do uso e ocupação do solo dos municípios do litoral norte do estado do Rio Grande do Sul. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, v. 13, p. 75-98, 2006.

THE IUCN RED LIST OF THREATENED SPECIES. Version 2019-2. 2019. Disponível em https://www.iucnredlist.org.

TITTENSOR, D. P.; MORA, C.; JETZ, W.; LOTZE, H. K.; RICARD, D.; BERGHE, E. V.; WORM, B. Global patterns and predictors of marine biodiversity across taxa. Nature, London, v. 466, p. 1098-1101, 2010.

TOLEDO, V. M. Ethnoecology: a conceptual framework for the study of indigenous knowledge of nature. In: STEPP, J. R.; WYBDGAN, F. S.; ZAGER, R. K. (Ed.). Ethnobiology and biocultural diversity. Georgia: International Society of Ethnobiology, 2002. p. 511-522.

TOLEDO, V. M.; BARRERA-BASSOLS, N. A etnoecologia: uma ciência pós-normal que estuda as sabedorias tradicionais. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, v. 20, p. 31-45, 2009.

VASKE, T. Seabird mortality on longline fishing for tuna in southern Brazil. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 43, p. 388-390, 1991.

VOOREN, C. M.; FERNANDES, A. C. Guia de albatrozes e petréis do sul do Brasil. Porto Alegre: Sagra, 1989. 102 p.

VOTIER, S. C.; FURNESS, R. W.; BEARHOP, S.; CRANE, J. E.; CALDOW, R. W. G.; CATRY, P.; ENSOR, K.; HAMER, K. C.; HUDSON, A. V.; KALMBACH, E.; KLOMP, N. I.; PFEIFFER, S.; PHILLIPS, R. A.; PRIETO, I.; THOMPSON, D. R. Changes in fisheries discard rates and seabird communities. Nature, London, v. 427, p. 727-730, 2004.

WITHERS, P. C. Aerodynamics and hydrodynamics of the ‘hovering’ flight of Wilson’s Storm Petrel. Journal of Experimental Biology, Cambridge, v. 80, p. 83-91, 1979.

ZAPPES, C. A.; ANDRIOLO, A.; SIMÕES-LOPES, P. C.; DI BENEDITTO, A. P. M. Human-dolphin (Tursiops truncatus; Montagu, 1821) cooperative fishery and its influence on cast net fishing activities in Barra de Imbé/Tramandaí, Southern Brazil. Ocean & Coastal Management, Augustinusga, v. 22, n. 54, p. 427-432, 2011.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2020.e71987

Direitos autorais 2020 Mariana Scain Mazzochi, Caio José Carlos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.