Consumo dos frutos de Alchornea triplinervia (Euphorbiaceae) por aves em fragmentos florestais urbanos de Maringá, Paraná

Marilise Mendonça Krügel, Everton Rodolfo Behr

Resumo


Alchornea triplinervia produz cápsulas bivalves arredondadas, com duas sementes de 4-5 mm de diâmetro, envolvidas por arilo de coloração vermelha, servindo de alimento para diversas espécies de aves. Em parques florestais da cidade de Maringá foram registradas 20 espécies consumindo as sementes de Alchornea triplinervia. A maioria apresenta hábito alimentar generalista e o comportamento de ingerir a semente inteira (semente e arilo), atuando como dispersores potenciais.

Palavras-chave


Aves; Alchornea triplinervia; Euphorbiaceae; Frugivoria; Fragmento florestal

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1999 Marilise Mendonça Krügel, Everton Rodolfo Behr

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.