Vertebrados da Ilha de Ratones Grande, Santa Catarina, Brasil

Maurício Eduardo Graipel, Jorge José Cherem, Denize Alves Machado, Paulo Cristiano Garcia, Milton Engel Menezes, Marcio Soldateli

Resumo


No período de abril de 1995 a março de 1996, foram realizadas saídas mensais onde registraram-se as espécies silvestres de anfíbios, répteis, aves e mamíferos na Ilha de Ratones Grande (27º29'30"S e 48º36'42"W). A Ilha possui uma superfície de 194.180m², o maior comprimento é de 1.050m e a maior largura de 280m. Lozalica-se entre a Ilha de Santa Catarina e o continente, tendo como formação vegetal predominante Floresta Atlântica secundária. Foram identificadas uma espécie de anfíbio, quatro de répteis, 51 de aves, sendo das delas introduzidas, e três de mamíferos. A baixa diversidade de vertebrados é atribuída principalmente à inexistência de fontes naturais de água doce e à ocupação humana e consequente degradação ambiental.

Palavras-chave


Amphibia; Reptilia; Aves; Mammalia; Ilha de Ratones Grande; Brasil

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1997 Maurício Eduardo Graipel, Jorge José Cherem, Denize Alves Machado, Paulo Cristiano Garcia, Milton Engel Menezes, Marcio Soldateli

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.