Vocalizações antecipatórias da cobaia Cavia porcellus em situação de alimentação

Cesar Ades, Rosana Suemi Tokumaru, Beatriz de Mello Beisiegel

Resumo


Registou-se dois tipos de vocalizações (o assobio ao tratador e a vocalização difusa) de uma cobaia Cavia porcellus diante dos estímulos sequenciais que precediam o oferecimento de alimento, em condições de cuidado doméstico. Verificou-se, numa primeira observação, que a taxa de assobio aumentava significativamente à medida que surgiam estímulos mais próximos, temporalmente, da liberação do alimento, diminuindo contudo, drasticamente, quando os estímulos sinalizavam a iminência do alimento. A vocalização difusa mostrou o mesmo aumento que o assobio, porém não diminuia até que o alimento estivesse presente. Verificou-se, numa segunda observação, que as vocalizações eram emitidas numa taxa significativamente maior diante de um tratador que sempre fornecia alimento ao animal (CS+), que diante de outro que nunca o fazia (CS-). Os resultados sugerem que o assobio ao tratador e a vocalização difusa são respostas passíveis de condicionamento que variam de modo complexo em função da distância temporal do reforço e que podem ser submetidas a controle discriminativo usando-se pessoas como estímulos.

Palavras-chave


Vocalização; Cobaia; Discriminação; Condicionamento vocal

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1994 Cesar Ades, Rosana Suemi Tokumaru, Beatriz de Mello Beisiegel

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.