O teste do micronúcleo: seu uso no Homem

Jeanete Maristela S. Agostini

Resumo


Os micronúcleos são formados de fragmentos cromossômicos ou cromatídicos acêntricos e de cromossomos inteiros que não são incorporados no núcleo da célula filha durante a divisão celular. Eles são corpúsculos contendo DNA sem qualquer conexão estrutural com o núcleo principal. Pelo fato de a presença de micronúcleos poder ser considerada um indicativo prévio da existência de alterações cromossômicas, a análise de sua frequência pode ser proposta como uma alternativa para métodos citogenéticos clássicos em monitoramento de danos cromossômicos, podendo ser usado para detectar efeitos citogenéticos em indivíduos cronicamente expostos a agentes mutagênicos e/ou carcinogênicos.

Palavras-chave


Micronúcleo; Clastogênese; Aneugênese

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1993 Jeanete Maristela S. Agostini

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.