Relação entre a experiência parental e a presença do pai no cuidado parental em gerbilos da Mongólia (Meriones unguiculatus)

Marcelo Richar Arua Piovanotti, Mauro Luís Vieira

Resumo


0 objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos da presença do pai e da experiência de cuidado de filhotes sobre o comportamento parental em gerbilos da Mongólia (Meriones unguiculatus), uma espécie em que ambos os genitores participam no cuidado à prole. Foram utilizados quarenta casais com ninhadas entre 4-7 filhotes. A partir do nascimento da prole foram criados quatro grupos experimentais: I) Pai e mãe inexperientes; II) Mae inexperiente; III) Pai e mãe experientes; IV) Mae experiente. Através da análise estatística dos dados constatou-se que as fêmeas do grupo I, quando comparadas com os machos do mesmo grupo, apresentaram níveis de comportamento parental significativamente maiores e temperatura corporal mais elevada. Em contrapartida, no grupo III houve diferença significativa entre machos e fêmeas apenas em relação à temperatura corporal (que foi maior nas fêmeas), o que denota aumento no cuidado parental dos machos experientes. Conclui-se, portanto, que a experiência anterior do pai no cuidado a prole em gerbilos da Mongólia interfere na dinâmica familiar, no sentido de fazer com que o macho compartilhe de modo mais efetivo com a fêmea o cuidado aos filhotes.

Palavras-chave


Comportamento materno; Comportamento paterno; Roedores; Reprodução; Temperatura corporal

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2004 Marcelo Richar Arua Piovanotti, Mauro Luís Vieira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.