Morfologia das papilas linguais de coelhos Oryctolagus cuniculus (Lagomorpha: Leporidae)

Lorena Tannús Menezes

Resumo


A língua representa a diversificação morfológica nos mamíferos; suas papilas possuem funções mecânicas e gustativas na alimentação. Este estudo objetivou descrever a morfologia macroscópica e microscópica das papilas linguais dos coelhos da espécie Oryctolagus cuniculus. Foram utilizadas 45 línguas dissecadas de coelhos adultos pertencentes ao acervo do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestres (LAPAS) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Para a identificação microscópica da língua foram utilizadas as técnicas de microscopia óptica e microscopia eletrônica de varredura (MEV). A língua possui quatro tipos de papilas: filiforme, fungiforme, valada e folhada. As papilas filiformes possuem função mecânica e apresentam três subtipos: tipo 1, com forma cônica, do corpo da língua até a margem rostral da proeminência lingual; tipo 2, com formato pontiagudo, na área rostral da proeminência lingual; e tipo 3, com forma larga e pontiaguda, na área caudal da proeminência lingual. As papilas fungiformes possuem função gustativa e estão no corpo da língua. As papilas folhadas são pares, possuem função gustativa, nas superfícies laterais do corpo da língua. As papilas valadas são pares, possuem função gustativa, na raiz. Na língua foi observado um epitélio estratificado pavimentoso queratinizado, que reveste as papilas e as regiões entre elas.


Palavras-chave


Anatomia; Língua; Microscopia de luz; Microscopia eletrônica de varredura

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n2p163

Direitos autorais 2013 Lorena Tannús Menezes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.