Identificação de enterobactérias em macacos-prego-galego (Sapajus flavius) mantidos em cativeiro no estado da Paraíba

Ayodhya Cardoso Ramalho, Rodrigo Augusto de Almeida Guimarães, Tarsila Almeida Cavalcante, Danilo Tancler Stipp, Ricardo Romão Guerra

Resumo


O objetivo deste estudo foi isolar e identificar enterobactérias presentes em duas populações de macaco-prego-galego (Sapajus flavius) mantidas em cativeiro. O estudo foi realizado com 12 animais, seis do Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Cabedelo-PB, e seis do Zoológico de João Pessoa. A coleta das amostras de fezes foi realizada diretamente na ampola retal com o auxílio de swabs estéreis e processadas para o isolamento das bactérias em meios seletivos, seguida da identificação por provas bioquímicas. As frequências observadas nas amostras do CETAS foram de: 80% (4/5) para Salmonella spp.; 20% (1/5) para Shigella spp.; e 20% (1/5) para Enterobacter spp. Já no zoológico, a frequência observada foi de 100% (3/3) para Salmonella spp. Devido ao fato de que essas enterobactérias são possíveis causadoras de infeções, há necessidade de melhorar o monitoramento da saúde desses animais, com investigações periódicas em unidades do CETAS e em zoológicos. Simultaneamente, constata-se a necessidade de monitorar a saúde dos profissionais que lidam diretamente com esses animais, por meio de exames periódicos, bem como a adoção de medidas de biossegurança adequadas para evitar a transmissão desses patógenos.


Palavras-chave


Animais selvagens; Bactérias gram-negativas; Bactérias gram-positivas; Enterobacteriacea

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n3p177

Direitos autorais 2015 Ayodhya Cardoso Ramalho, Rodrigo Augusto de Almeida Guimarães, Tarsila Almeida Cavalcante, Danilo Tancler Stipp, Ricardo Romão Guerra

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.