Fecundidade e longevidade de Bactrocera carambolae Drew & Hancock (Diptera: Tephritidae)

Cristiane Ramos Jesus-Barros, Leonardo Oliveira Mota Júnior, Anália Silva Costa, Joel Pasinato, Ricardo Adaime

Resumo


Bactrocera carambolae Drew & Hancock é uma espécie exótica considerada praga quarentenária presente no Brasil, com distribuição restrita aos estados de Amapá e Roraima. O conhecimento dos diferentes aspectos da sua biologia nas condições brasileiras ainda é limitado. Este trabalho teve como objetivo determinar a fecundidade e longevidade de fêmeas de B. carambolae, obtidas em dieta artificial, em condições de laboratório. O experimento foi realizado na Embrapa Amapá, onde foram selecionados 20 casais de B. carambolae recém-emergidos, da geração F3. Cada casal foi acondicionado em uma gaiola de plástico contendo dieta alimentar, água destilada e um dispositivo artificial de oviposição e mantidas em sala climatizada (26 ± 1°C, 60 ± 10% U. R. e fotofase 12 h). Diariamente era realizada a contagem dos ovos depositados em cada dispositivo. O período de sobrevivência apresentou média de 90,70 ± 9,97 dias e longevidade máxima de 150 dias. A duração média do período pré-oviposição foi 25,15 ± 3,54 dias e do período de oviposição foi 62,73 ± 7,84 dias. A fecundidade foi variável ao longo do tempo, apresentando pico de oviposição no 28º dia. O número médio de ovos por fêmea foi 1.088,26 ± 167,82. Esses resultados sugerem que B. carambolae parece utilizar a alta fecundidade e a longevidade como estratégia reprodutiva.


Palavras-chave


Biologia; Mosca-da-carambola; Moscas-das-frutas; Praga quarentenária

Texto completo:

PDF/A

Referências


ADAIME, R.; JESUS-BARROS, C. R.; BARIANI, A.; LIMA, A. L.; CRUZ, K. R.; CARVALHO, J. P. Novos registros de hospedeiros da mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae) no Estado do Amapá, Brasil. Macapá: Embrapa Amapá, 2016. 5 p. (Embrapa Amapá. Comunicado técnico, 146).

AYRES, M.; AYRES-Jr, M.; AYRES, D. L.; SANTOS, A. A. S. Bioestat: aplicações estatísticas nas áreas das Ciências Biomédicas. Versão 5.0. Belém: Sociedade Civil Mamirauá, MCT-CNPq, 2007. 324 p.

BAIA, D. N.; SOUSA, M. S. M.; DEUS, E. G.; ADAIME, R. Longevidade de adultos de Anastrepha coronilli Carrejo & González (Diptera: Tephritidae) em condições de laboratório. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM V PPGBIO MEETING, 1, 2014, Macapá. Resumos… Macapá: PPGBIO, 2014. Versão eletrônica disponível em .

BARIANI, A.; JESUS-BARROS, C. R.; CARVALHO, J. P.; MOTA JÚNIOR, L. O.; NASCIMENTO, P. R.; CRUZ, K. R.; FACUNDES, V. S. Técnicas para criação da mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae Drew & Hancock) em laboratório para pesquisa científica. Macapá: Embrapa Amapá, 2016. 31 p. (Embrapa Amapá. Documentos, 97).

BRASIL. Lista de pragas quarentenárias presentes. Instrução Normativa nº 59. 2013. Brasília: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Departamento de Defesa e Inspeção Vegetal. Superintendência Federal de Agricultura no Amapá. Disponível em < http://www.apps.agr.br/site/Conteudo/1256>.

CAIN, M. L.; BOWMAN, W. D.; HACKER, S. D. Ecologia. Porto Alegre: Editora Artmed, 2011. 664 p.

CAREY, J. R. Insect biodemography. Annual Review of Entomology, Palo Alto, v. 46, p. 79-110, 2001.

CARVALHO, R. S.; NASCIMENTO, A. S.; FERNANDES, E. B. Dados biológicos de Anastrepha obliqua Macquart (Diptera:Tephritidae) em manga. Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, Londrina, v. 27, n. 3, p. 469-472, 1998.

CHUA, T. H. Relationship between female body size and demographic parameters in Bactrocera malaysian A (Diptera: Tephritidae). Researches on Population Ecology, Sapporo, v. 34, p. 285-292, 1992.

DAMASCENO, I. C. Influência da composição da dieta larval e da radiação X na qualidade de Ceratitis capitata Wiedemann, 1824 (Diptera: Tephritidae) produzida em criação massal. 2013. 61 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Defesa Agropecuária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas. 2013.

FERREIRA, M. E.; RANGEL, P. H. N. Melhoramento genético preventivo: obtenção de estoques genéticos resistentes a pragas quarentenárias de alto risco para a agricultura brasileira. In: SUGAYAMA, R. L.; SILVA, M. L.; SILVA, S. X. B.; RANGEL, L. E. P. (Ed.). Defesa vegetal: fundamentos, ferramentas, políticas e perspectivas. Belo Horizonte: SBDA Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária, 2015. p. 275-292.

GODOY, M. J. S.; PACHECO, W. S. P.; PORTAL, R. R.; PIRES FILHO, J. M.; MORAES, L. M. M. Programa nacional de erradicação da mosca-da-carambola. In: SILVA, R. A.; LEMOS, W. P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 135-172.

JESUS-BARROS C. R.; OLIVEIRA W. S.; CARVALHO J. P.; MOTA-JUNIOR L. O.; BARIANI, A.; LIMA, A. L.; ADAIME, R. Tamanho das posturas de Bactrocera carambolae Drew & Hancock (Diptera: Tephritidae) em carambola (Averrhoa carambola). Entomotropica, Maracay, 2017 (no prelo).

MALAVASI, A. Mosca-da-carambola, Bactrocera carambolae (Diptera: Tephritidae). In: VILELA, E. F.; ZUCCHI, R. A.; CANTOR F. (Ed.). Histórico e impacto de pragas introduzidas no Brasil. Ribeirão Preto: Holos, 2001. p. 39-41.

MIR, S. H.; DAR, S. A.; MIR, G. M.; AHMAD, B. Biology of Bactrocera cucurbitae (Diptera: Tephritidae) on cucumber. Florida Entomologist, Lutz, v. 97, n. 2, p. 753-758, 2014.

MIRANDA, S. H. G.; ADAMI, A. C. O. Métodos quantitativos na avaliação de risco de pragas. In: SUGAYAMA, R. L.; SILVA, M. L.; SILVA, S. X. B.; RANGEL, L. E. P. (Ed.). Defesa vegetal: fundamentos, ferramentas, políticas e perspectivas. Belo Horizonte: SBDA Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária, 2015. p. 183-203.

MIYATAKE, T. Genetic trade-off between early fecundity and longevity in Bactrocera curcubitae (Diptera: Tephritidae). Heredity, London, v. 78, n. 1, p. 93-100, 1997.

MORAIS, E. G. F.; JESUS-BARROS, C. R.; ADAIME, R.; LIMA, A. L.; NAVIA, D. Pragas de expressão quarentenária na Amazônia. In: SILVA, N. M.; ADAIME, R.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Pragas Agrícolas e Florestais na Amazônia. Brasília: Embrapa, 2016. p. 521-559.

PESSOA, M. C. P. Y.; MARINHO-PRADO, J. S.; MINGOTI, R.; LOVISI FILHO, E.; SOUZA SILVA, A. de; BESERRA DE MOURA, M. S.; SILVA FILHO, P. P. da; NOGUEIRA DE SÁ, L. A.; PRADO, S. S.; SPADOTTO, C. A.; FARIAS, A. R. Estimativas de potencial adaptação de Bactrocera carambolae Drew & Hancock (Praga Quarentenária A2) – Estudo de caso para dois perímetros irrigados do Vale do Rio São Francisco. Campinas: EMBRAPA Territorial, 2016. 2 p. (Nota Técnica).

QUINTERO-FONG, L.; TOLEDO, J.; RUIZ-MONTOYA, L.; RENDÓN, P.; OROZCO-DÁVILA, D.; VALLE-MORA, J.; LIEDO, P. Demography of a genetic sexing strain of Anastrepha ludens (Diptera: Tephritidae): effects of selection based on mating performance. Agricultural and Forest Entomology, Malden, doi: 10.1111/afe.12223. p. 1-8, 2017.

SALUM, J. K.; MWATAWALA, M. W.; KUSOLWA, P. M.; MEYER, M. D. Demographic parameters of the two main fruit fly (Diptera: Tephritidae) species attacking mango in Central Tanzania. Journal of Applied Entomology, Malden, v. 138, p. 441-448, 2014.

SHELLY, T. E. Fecundity of female oriental fruit flies (Diptera: Tephritidae): effects of methyl eugenol-fed and multiple mates. Annals of the Entomological Society of America, Washington, v. 93, n. 3, p. 559-564, 2000.

SILVA, R. A.; JORDÃO, A. L.; SÁ, L. A. N.; OLIVEIRA, M. R. V. Mosca-da-carambola: uma ameaça à fruticultura brasileira. Macapá: Embrapa Amapá, 2004. 15 p. (Embrapa Amapá. Circular Técnica, 31).

SINGH, S. K.; KUMAR, D.; RAMAMURTHY, V. V. Biology of Bactrocera (Zeugodacus) tau (Walker) (Diptera: Tephritidae). Entomological Research, Malden, v. 40, p. 259-263, 2010.

YOKOYAMA, V. Y. Olive fruit fly (Diptera: Tephritidae) in California: longevity, oviposition, and development in canning olives in the laboratory and greenhouse. Journal of Economic Entomology, Annapolis, v. 105, n. 1, p. 186-195, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n4p7

Direitos autorais 2017 Cristiane Ramos Jesus-Barros, Leonardo Oliveira Mota Júnior, Anália Silva Costa, Joel Pasinato, Ricardo Adaime

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.