Ictiofauna do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Mato Grosso do Sul, Brasil: composição e subsídios à conservação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2021.e76255

Palavras-chave:

Alto rio Paraguai, Endemismo, Inventário faunístico, Rios cársticos

Resumo

A Serra da Bodoquena abarca cabeceiras de importantes rios da bacia do alto Paraguai e constitui um dos mais extensos conjuntos cársticos do Brasil. Conhecida como importante destino turístico do Brasil, desde 2000 a região conta com o Parque Nacional da Serra da Bodoquena (PNSB). Apresentamos aqui a ictiofauna e a descrição dos principais sistemas hídricos do PNSB, a partir de levantamentos efetuados em agosto-setembro e dezembro de 2005, com uso de redes de arrasto e espera e com pesca elétrica. Para a lista de espécies acrescentamos registros efetuados em estudos posteriores, resultando em 60 espécies, pertencentes a sete ordens e 21 famílias, todas autóctones do alto rio Paraguai, com exceção da tilápia Coptodon rendalli, única não nativa. A riqueza foi maior na bacia do rio Salobra (49 espécies, 39 exclusivas), em comparação com a bacia do rio Perdido (15 espécies, seis exclusivas). Documentamos sete espécies endêmicas da Serra da Bodoquena, duas ameaçadas de extinção (categoria Vulnerável): Trichomycterus dali e Ancistrus formoso. Como medidas mitigatórias e preventivas de impactos indicamos a regularização da situação fundiária e o incremento de programas de educação ambiental, como formas de subsidiar políticas públicas que colaborem para a conservação dos sistemas aquáticos e suas comunidades bióticas.

Biografia do Autor

Maria José Alencar Vilela, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Campus de Três Lagoas - Laboratório de Ictiologia.

Francisco de Paula Severo Neto, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Instituto de Biociências - Coleções Zoológicas.

Fernando Rogério Carvalho, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Instituto de Biociências - Laboratório de Ictiologia

Otávio Froehlich

In memoriam.

Referências

AGOSTINHO, A. A.; GOMES, L. C.; PELICICE, F. M. Ecologia e manejo de recursos pesqueiros em reservatórios do Brasil. Maringá: EDUEM, 2007. 501 p.

ARCIFA, M. S.; MESCHIATTI, A. J. Tilapia rendalli in the Lake Monte Alegre, a case of planktivory. Acta Limnologica Brasiliensia, Rio Claro, v. 8, p. 221-229, 1996.

BENINE, R. C.; CASTRO, R. M. C.; SABINO, J. Moenkhausia bonita: A new small characin fish from the Rio Paraguay Basin, Southwestern Brazil (Characiformes: Characidae). Copeia, Lawrence, v. 1, p. 68-73, 2004.

BOGGIANI, P. C. Geologia da Bodoquena. In: SCREMIN-DIAS, E.; POTT, V. J.; HORA, R. C.; SOUZA, P. R. (Ed.). Nos jardins submersos da Bodoquena: guia para identificação de plantas aquáticas de Bonito e região. Campo Grande: Editora da UFMS, 1999. p. 10-23.

BOGGIANI, P. C.; FAIRCHILD, T. R.; COIMBRA, A. M. O Grupo Corumbá (Neoproterozóico – Cambriano) na região central da Serra da Bodoquena (Faixa Paraguai), Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Geociências, Curitiba, v. 23, n. 3, p. 301-305, 1993.

BRASIL. Lei nº 9985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1º, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF. 2000. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9985.htm>.

BRITSKI, H. A.; SILIMON, K. Z. S.; LOPES B. S. Peixes do Pantanal: manual de identificação. Brasília: Embrapa, 1999. 181 p.

BRITSKI, H. A.; SILIMON, K. Z. S.; LOPES, B. S. Peixes do Pantanal: manual de identificação. 2 ed. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2007. 228 p.

CARVALHO, F. R.; VILELA, M. J. A.; SEVERO-NETO, F. Pequenos, únicos e desprotegidos: peixes endêmicos da bacia do alto Paraguai. Ciência Pantanal, Campo Grande, v. 4, p. 20-23, 2018.

CASATTI, L.; ROMERO, R. M.; TERESA, F. B.; SABINO, J.; LANGEANI, F. Fish community structure along a conservation gradient in Bodoquena Plateau streams, central West of Brazil. Acta Limnologica Brasiliensia, Rio Claro, v. 22, n. 1, p. 50-59, 2010.

CORDEIRO, L. M.; BORGHEZAN, R.; TRAJANO, E. Distribuição, riqueza e conservação dos peixes troglóbios da Serra da Bodoquena, MS (Teleostei: Siluriformes). Distribution, richness and conservation of troglobitic fishes from Serra da Bodoquena, MS (Teleostei). Revista da Biologia, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 21-27, 2013.

COSTA, W. J. E. M. Taxonomy of the seasonal killifish genus Neofundulus in the Brazilian Pantanal (Cyprinodontiformes: Rivulidae). Vertebrate Zoology, Dresden, v. 65, n. 1, p. 15-25, 2015.

FERREIRA, F. S.; DUARTE, G. S. V.; SEVERO-NETO, F.; FROEHLICH, O.; SÚAREZ, Y. R. Survey of fish species from plateau streams of the Miranda River Basin in the Upper Paraguay River Region, Brazil. Biota Neotropica, Campinas, v. 17, n. 3, p. 1-9, 2017.

FROEHLICH, O. Ictiofauna de um córrego na Serra da Bodoquena: estrutura, variações longitudinal e temporal e efeitos sobre comunidades bentônicas. 2010. 97 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande. 2010.

FROEHLICH, O.; CAVALLARO, M.; SABINO, J.; SÚAREZ, Y. R.; VILELA, M. J. A. Checklist da ictiofauna do estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Iheringia, Série Zoologia, Porto Alegre, v. 107, n. suplementar, p. 1-14, 2017.

ICMBIO. Plano de manejo do Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Encarte 2 - Descrição da Região da UC. 2013a. Disponível em .

ICMBIO. Plano de manejo do Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Encarte 3 - Análise do PNSB. 2013b. Disponível em .

LANGEANI, F.; CASTRO, R. M. C.; OYAKAWA, O. T.; SHIBATTA, O. S.; PAVANELLI, C. S.; CASATTI, L. Diversidade da ictiofauna do Alto Rio Paraná: composição atual e perspectivas futuras. Biota Neotropica, Campinas, v. 7, n. 3, p. 181-197, 2007.

LONZARICH, D. G.; LONZARICH, M. R.; WARREN, J. R. ML. Effects of riffle length on the short-term movement of fishes among stream pools. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Sciences, Ottawa, v. 57, p. 1508-1514, 2000.

MALABARBA, L. R.; CARVALHO-NETO, P.; BERTACO, V. A.; CARVALHO, T. P.; SANTOS, J. F.; ARTIOLI, L. G. S. Guia de identificação dos peixes da bacia do Rio Tramandaí. Porto Alegre: Ed. Via Sapiens, 2013a. 140 p.

MALABARBA, L. R.; FIALHO, C. B.; BERTACO, V. A.; CARVALHO, F. R.; DUFECH, A. P. S.; FERRER, J.; GIORA, J. Peixes. In: WITT, P. B. R. (Coord.). Fauna e flora da Reserva Biológica Lami José Lutzenberger. Porto Alegre: Secretaria Municipal do Meio Ambiente. 2013b. p. 146-184.

MATO GROSSO DO SUL. Avaliação ambiental estratégica do PRODETUR Nacional no estado de Mato Grosso do Sul. Polo Serra da Bodoquena. Campo Grande: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, 2014. 276 p.

MEHANNA, M.; PENHA, J. Fatores abióticos que afetam a distribuição do gênero Astyanax Baird & Girard, 1854 em riachos de cabeceiras de Chapada dos Guimarães, bacia do Rio Cuiabá, Mato Grosso. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 27, n. 1, p. 25-137, 2011.

MENEZES, N. A. Três espécies novas de Oligosarcus Gunther,1864 e redefinição taxonômica das demais espécies do gênero (Osteichthyes, Teleostei, Characidae). Boletim de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 11, p. 1-39, 1987.

MENEZES, N.; FROEHLICH, O.; OYAKAWA, O.; WILLINK, P. W.; MACHADO-ALLISON, A.; CHERNOFF, B. Fishes collected and species new to science for each region sampled by the AquaRAP expedition to the Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brazil, from August 25 to September 9, 1998. In: WILLINK, P. W.; CHERNOFF, B.; ALONSO, L. E.; MONTANBAULT, J. R.; LOURIVAL, R. (Ed.). A biological assessment of the aquatic ecossistems of the Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Washington: Conservation International, 2000. p. 291-296. (RAP Bulletin of Biological Assessment, Vol. 18).

MMA – MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Portaria Nº 445 de 17 de dezembro de 2014: atualização da lista de espécies de peixes e invertebrados aquáticos ameaçados de extinção. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, nº 245, Seção 1, 2014.

PELLEGRINI, F. Justiça extingue ação contra o Parque Nacional da Serra da Bodoquena. O Eco, 06 de julho de 2016. Disponível em <http://www.oeco.org.br/noticias/justica-extingue-acao-contra-o-parque-nacional-da-serra-da-bodoquena>.

POLAZ, C. N. M.; MELO, B. F.; BRITZKE, R.; RESENDE, E. K. R.; MACHADO, F. A.; FERRAZ DE LIMA, J.; PETRERE Jr., M. Fishes from the Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, upper Paraguai River basin, Brazil. Check List, Rio Claro, v. 10, n. 1, p. 122-130, 2014.

REYS, P.; GALETTI, M.; MORELLATO, L. P. C.; SABINO, J. Fenologia reprodutiva e disponibilidade de frutos de espécies arbóreas em mata ciliar no rio Formoso, Mato Grosso do Sul. Biota Neotropica, Campinas, v. 5, n. 2, p. 1-10, 2005.

RIBEIRO, A. C.; CAVALLARO, M. R.; FROEHLICH, O. Oligosarcus perdido (Characiformes, Characidae), a new species of freshwater fish from Serra da Bodoquena, upper Rio Paraguai basin, Brazil. Zootaxa, Auckland, v. 1560, p. 43-53, 2007.

RIBEIRO, A. C.; MENEZES, N. A. Phylogenetic relationships of the species and biogeography of the characid genus Oligosarcus Günther, 1864 (Ostariophysi, Characiformes, Characidae). Zootaxa, Auckland, v. 3949, n. 1, p. 41-81, 2015.

ROA-FUENTES, C. A. Estrutura ecomorfológica e trófica de peixes de riachos: comparação entre ambientes com diferentes graus de conservação e entre bacias hidrográficas. 2011. 157 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto. 2011.

SABINO, J.; ANDRADE, L. P. Uso e conservação da ictiofauna na região de Bonito, Mato Grosso do Sul: o mito da sustentabilidade ecológica no rio Baía Bonita (Aquário Natural de Bonito). Biota Neotropica, Campinas, v. 3, n. 2, p. 1-9, 2003.

SABINO, J.; SAZIMA, I. Association between fruit-eating fish and foraging monkeys in western Brazil. Ichthyological Exploration of Freshwaters, München, v. 10, n. 4, p. 309-312, 1999.

SABINO, J.; TRAJANO, E. A new species of blind armoured catfish, genus Ancistrus, from caves of Bodoquena region, Mato Grosso do Sul, southwestern Brazil. Revue Française DʼAquariologie, Paris, v. 24, p. 73-78, 1997.

SALLUN FILHO, W.; KARMANN, I. Geomorphological map of the Serra da Bodoquena karst, west-central Brazil. Journal of Maps, London, v. 3, n. 1, p. 282-295, 2007.

SALLUN FILHO, W.; KARMANN, I.; BOGGIANI, P. C. Paisagens cársticas da Serra da Bodoquena (MS). In: MANTESSO-NETO, V.; BARTORELLI, A.; CARNEIRO, C. D. R.; BRITO-NEVES, B. B. (Ed.). Geologia do continente Sul-americano: evolução da obra de Fernando Flávio Marques de Almeida. São Paulo: Beca, 2004. p. 423-433.

SALLUN FILHO, W.; KARMANN, I.; BOGGIANI, P. C.; PETRI, S.; CRISTALLI, O. S.; UTIDA, G. A deposição de tufas quaternárias no estado de Mato Grosso do Sul: proposta de definição da Formação Serra da Bodoquena. Geologia USP, Série Científica, São Paulo, v. 9, n. 3, p. 47-60, 2009.

SCREMIN-DIAS, E.; POTT, V. J.; HORA, R. C.; SOUZA, P. R. Nos jardins submersos da Bodoquena: guia para identificação de plantas aquáticas de Bonito e região. Campo Grande: Editora da UFMS, 1999. 160 p.

SEVERO-NETO, F.; TERESA, F. B.; FROEHLICH, O. Ecomorphology and diet reflect the spatial segregation between two Siluriformes species inhabiting a stream of the Bodoquena Plateau, in Central Brazil. Iheringia série Zoologia, Porto Alegre, v. 105, n. 1, p. 62-68, 2015.

TENCATT, L. F. C.; ZAWADZKI, C. H.; FROEHLICH, O. Two new species of the Hypostomus cochliodon group (Siluriformes: Loricariidae) from the rio Paraguay basin, with a redescription of Hypostomus cochliodon Kner, 1854. Neotropical Ichthyology, Maringá, v. 12, n. 3, p. 585-602, 2014.

TERRA, L. C. C.; SABINO, J. Composição da ictiofauna de dois riachos, com diferentes graus de conservação, na bacia do rio Formoso, município de Bonito, Mato Grosso do Sul, Brasil. Ensaios e Ciência, Campo Grande, v. 1, n. 1, p. 49-58, 2007.

THOMAS, M. R.; RODRIGUEZ, M. S.; CAVALLARO, M. R.; FROEHLICH, O.; CASTRO, R. M. C. Loricaria luciae, a new species of whiptail catfish (Siluriformes: Loricariidae) from the Paraguay and lower Paraná River basins of southeastern South America. Zootaxa, Auckland, v. 3745, n. 3, p. 365-378, 2013.

UETANABARO, M.; SOUZA, F. L.; LANDGREF FILHO, P.; BEDA, A. F.; BRANDÃO, R. A. Anfíbios e répteis do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Mato Grosso do Sul, Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 7, n. 3, p. 279-289, 2007.

UIEDA, V. S.; CASTRO, R. M. C. Coleta e fixação de peixes de riachos. Série Oecologia Brasiliensis, Rio de janeiro, v. 6, p. 1-22, 1999.

VAN DER LAAN, R.; ESCHMEYER, W. N.; FRICKE, R. Family-group names. Disponível em <http://www.calacademy.org/scientists/catalog-of-fishes-family-group-names/>.

VESTENA, L. R.; KOBIYAMA, M.; SANTOS, L. J. C. Considerações sobre gestão ambiental em áreas carste. RAEGA – O espaço geográfico em análise, Curitiba, v. 4, n. 6, p. 81-94, 2002.

VITULE, J. R. S.; FREIRE, C. A.; SIMBERLOFF, D. Introduction of non-native freshwater fish can certainly bad. Fish and Fisheries, Vancouver, v. 10, p. 98-108, 2009.

WILLINK, P. W.; CHERNOFF, B.; ALONSO, L. E.; MONTANBAULT, J. R.; LOURIVAL, R. (Ed.). A biological assessment of the aquatic ecossistems of the Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. RAP Bulletin of Biological Assessment 18. Washington: Conservation International. 2000.

ZAGANINI, R. L. Caracterização do regime alimentar de Oreochromis niloticus (Linnaeus, 1758) e Tilapia rendalli (Boulenger, 1897) na represa de Barra Bonita, Médio Rio Tietê, SP. 2009. 71 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas – Zoologia) - Universidade Estadual Paulista, Botucatu. 2009.

ZAWADZKI, C. H.; NARDI, G.; TENCATT, L. F. C. The crystalline waters of the Bodoquena Plateau revealed Hypostomus froehlichi (Siluriformes: Loricariidae), a new armored catfish from the rio Paraguay basin in Brazil. Zootaxa, Auckland, v. 4933, n. 1, p. 98-112, 2021.

ZAWADZKI, C. H.; TENCATT, L. F. C.; FROEHLICH, O. A new unicuspid-toothed species of Hypostomus Lacépède, 1803 (Siluriformes: Loricariidae) from the rio Paraguai basin. Neotropical Ichthyology, Maringá, v. 12, n.1, p. 97-104, 2014.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Edição

Seção

Artigos