As interpretações da metamorfose do PT a partir da esquerda brasileira

Autores

  • Henrique Cignachi Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-3532.2012n8p126

Palavras-chave:

metamorfose, partidos, classe trabalhadora, PT, esquerda brasileira

Resumo

A partir da exposição dos principais elementos da metamorfose do Partido dos Trabalhadores no Brasil, em paralelo com as principais explicações clássicas sobre a metamorfose dos partidos com origem na classe trabalhadora, buscou-se introduzir o debate realizado por representantes políticos e teóricos da esquerda brasileira acerca desta metamorfose. Derivou-se daí um recorte, entre nomes representativos da “esquerda petista” e nomes de “oposição de esquerda ao PT”. Considerou-se neste desenvolvimento uma confluência analítica de explicações estruturais das causas da metamorfose do PT, com a diferença significativa sobre quais barreiras estruturais estavam a serem enfrentadas, se de uma aristocracia do trabalho ou das condições de vida miseráveis da maioria da população, bem como problemas de ordem estratégica (programa política) e ação política.

Biografia do Autor

Henrique Cignachi, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em História - UFSM

Especialista em História do Brasil - UFSM

Mestre em Ciências Sociais - UFSM

Doutorando em Sociologia Política - UFSC

Downloads

Publicado

2013-09-27

Edição

Seção

Artigos