Operação Condor e Terrorismo de Estado: passado, presente e futuro?

Autores

  • Sabrina Schultz

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Terrorismo de Estado, Direitos humanos, Autoritarismo

Resumo

O terrorismo é muito mais do que atualmente é difundido pela mídia. Genericamente e de forma insuficiente, ele é definido como sendo a prática de grupos que fazem resistência a algum tipo de regime político, fazendo uso da violência para obter seu objetivo. No entanto, esquece-se que esse termo também pode ser empregado ao Estado, ao funcionando de modo coercitivo, violento e autoritário em prol de uma classe. E, sobretudo, atuando como aparelho criminoso, desrespeitador e negador das liberdades e direitos humanos. Em tempos mais remotos, o terrorismo foi usado por Estados absolutistas, totalitários; hoje se disfarça no modelo democrático moderno, e que ainda herda a prática da violência (segundo organizações dos Direitos Humanos), como no Brasil durante 21 anos que se seguiram após o Golpe de 1964.

Downloads

Publicado

2006-01-01

Edição

Seção

Artigos