Experiência e utopia em Theodor W. Adorno, André Gorz e François Dubet

Sílvio César Camargo

Resumo


O artigo tem como objetivo destacar a importância do conceito de experiência para a compreensão da
sociedade contemporânea. Conceito bastante complexo quanto a sua possibilidade de apreensão pela sociologia, experiência se refere tanto a problemas relativos ao conhecimento e suas possibilidades, mas também para as possibilidades de transformação da sociedade. Entende-se que há três teóricos da sociedade contemporânea, que partindo de bases epistemológicas diferentes, problematizam a emancipação humana a partir de uma singular atenção ao conceito de experiência. Theodor W. Adorno, André Gorz e François Dubet representam três formas de pensamento sobre a sociedade bastante diferentes, mas que possuem em comum o interesse normativo, e seu confronto nos mostra a importância do conceito de experiência para a compreensão da sociedade contemporânea e para pensar-se a utopia.


Palavras-chave


Experiência; Emancipação; Utopia; Capitalismo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Sílvio César Camargo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista editada por discentes do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.