Em busca do despertar: o fortalecimento da sociedade civil angolana após a Segunda República

Rodrigo de Souza Pain, Marilise Luiza Martins dos Reis

Resumo


O presente artigo pretende apontar os novos caminhos desenvolvidos pela sociedade civil angolana após a
passagem da Primeira República, caracterizada por um Estado de Partido Único, por uma economia planificada e inspirada nos ideais marxistas e leninistas; para a Segunda República, ou seja, para uma economia de mercado, multipartidária, explicitando as adversidades advindas das diversas realidades sociais, políticas e culturais do espaço territorial angolano resultante do processo de colonização, para a formação e consolidação da democracia e da sociedade civil em Angola.


Palavras-chave


Sociedade Civil Angolana; Estado; Política; Economia Planificada; Economia de Mercado

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Rodrigo de Souza Pain, Marilise Luiza Martins dos Reis

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.