O velho mundo novo do trabalho: concepção e abordagem em Ulrick Beck e Zygmunt Bauman

Luiz Carlos Chaves

Resumo


Este artigo tem por finalidade apresentar considerações delineadas por Beck e Bauman sobre o mundo do trabalho, problematizando as concepções e possibilidades apontadas por ambos. A hipótese de partida centra-se no argumento de que as constantes mudanças percebidas no mundo do trabalho, neste momento, ocorrem em decorrência de processos societais pretéritos e não propriamente em decorrência da vontade dos indivíduos. Entretanto, para se pensar a relação entre o mundo do trabalho e o indivíduo, na pós-modernidade, é imprescindível a leitura histórica dos aspectos sociais, psicológicos e fisiológicos do trabalho.


Palavras-chave


Sociologia; Trabalho; Emprego; Risco

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Luiz Carlos Chaves

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.