A estratégia de estudos de caso e a prática da generalização: uma discussão sobre pesquisa e fazer ciência

Magali Natalia Alloatti

Resumo


Tentando refletir criticamente sobre a natureza da abordagem qualitativa, e os estudos de caso como estratégia particular, o presente trabalho procura analisar as práticas científicas no campo sociológico. Com este objetivo, proponho dois caminhos: I) examinar as lógicas de amostragem nos estudos qualitativos, suas potencialidades e limitações e II)  discutir a atividade de produção de conhecimento científico necessariamente inserida dentro de um campo especifico, com regras que lhe são próprias. O intuito deste trabalho é tentar identificar quais mecanismos e/ou regras de produção de conhecimento científico habilitam que o saber produzido em estudos de caso, com suas características específicas, possa entrar em diálogo, refutar e/ou fortalecer formulações teóricas amplas e abrangentes. Procura-se assim evidenciar, no desenvolvimento mesmo da explanação, a complexidade da articulação dos níveis de conhecimento metodológicos, epistemológicos e teóricos.


Palavras-chave


Abordagem qualitativa; Estudo de caso; Produção de conhecimento

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1806-5023.2011v8n1p78

Direitos autorais 2011 Magali Natalia Alloatti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.