Teoria democrática contemporânea modelo democrático competitivo e modelo democrático popular

Denisson SILVA, Ranulfo PARANHOS, Gabriel SETTI, Willber NASCIMENTO

Resumo


Quais as questões semelhantes e contrárias na literatura acerca da teoria democrática contemporânea? O presente artigo  tem como objetivo responder a essa questão através de uma revisão bibliográfica sobrea teoria democrática contemporânea. Estabelecemos, para fins analíticos, dois polos teóricos da democracia contemporânea: (1) democrático competitivo – que compreende o “elitismo democrático” de Joseph Schumpeter e o “pluralismo” de Robert Dahl; e (2) democrático popular – compreendendo a “teoria participacionista” de Carole Pateman e a “teoria deliberacionista” de Jürgen Habermas. Nosso público alvo são estudantes de graduação, pós-graduação e pesquisadores em geral. Para fins didáticos, comparamosos modelos entre si, bem como os posicionamentos de tais teorias acerca da (1) participação,(2) representação política, (3) processo democrático e (4) estabilidade governamental.


Palavras-chave


Teoria democrática contemporânea; Democracia Competitiva; Democracia Popular

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/1806-5023.2013v10n1p1

Direitos autorais 2013 Denisson SILVA, Ranulfo PARANHOS, Gabriel SETTI, Willber NASCIMENTO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.