O discurso da mudança de Aécio Neves e Dilma Rousseff: uma análise da prática retórica entre diferentes, no retorno para o segundo turno às eleições de 2014

Autores

  • Sandra Regina Barbosa Parzianello Universidade Federal de Pelotas - UFPel

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n1p6

Palavras-chave:

Eleições 2014, Discurso, Ernesto Laclau

Resumo

O objetivo do artigo é analisar a batalha discursiva entre diferentes candidatos à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) no retorno para o segundo turno das eleições de 2014. De um lado, o discurso da “mudança”, da coligação “Muda Brasil”, contrário ao governo petista e, a partir de então, sustentado pela “imensa vontade de mudança do povo brasileiro”. De outro lado, o discurso da “mudança” com o refrão “Governo novo, ideias novas” em defesa de um programa que representa o “futuro”. Propomos trabalhar com os dados comparativos, destacados pelos próprios candidatos, que fecundam do tema economia e da desconstrução do projeto de governo adversário, conforme os recursos discursivos que intervêm na construção política pelo domínio da retórica, uma das categorias fundamentais para a abordagem teórica de Ernesto Laclau

Biografia do Autor

Sandra Regina Barbosa Parzianello, Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Bel. em Ciências Sociais - Ciência Política (Unipampa), Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciência Política da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), RS.

Downloads

Publicado

2016-07-09

Edição

Seção

Artigos