Pobreza e alienação eleitoral em Moçambique

Acrisio Pereira Victorino

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n2p61

O presente artigo apresenta como objetivo, os fatores que tem possibilitado a expansão da alienação eleitoral nas eleições legislativas em Moçambique, de 1994 a 2014. A pesquisa parte da evidência de que há uma tendência de mudança no comportamento do eleitor, ao longo das eleições já realizadas em Moçambique. Neste sentido, procurou-se avaliar se a condição de pobreza estimula, retrai ou não afeta no nível de alienação eleitoral. A metodologia utilizada para a realização do estudo foi do tipo mista (qualitativa e quantitativa), baseada nos dados eleitorais, de 1994 a 2014, e em dados secundários que indicam o nível de pobreza no país. Os resultados da pesquisa indicam que a variação do comportamento do eleitorado moçambicano relaciona-se com os altos níveis de pobreza registados no país. 


Palavras-chave


Alienação eleitoral; Pobreza; Eleições legislativas

Texto completo:

PDF/a


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n2p61

Direitos autorais 2016 Acrisio Pereira Victorino

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista editada por discentes do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.