Efeito contextual de “amigos e vizinhos” nas eleições presidenciais brasileiras: o caso da votação do candidato Aécio Neves no estado de Minas Gerais

Aleksei Zolnerkevic, Hilton Cesario Fernandes

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n2p83

Procuramos nesse artigo estudar a influência de um efeito contextual conhecido na literatura como “efeito amigos e vizinhos” na votação do candidato Aécio Neves na eleição presidencial de 2014. Aplicando a fórmula da vantagem do estado natal introduzida por Lewis-Beck e Rice (1983) construímos um banco de dados com os três primeiros colocados nas eleições presidenciais brasileiras de 1989 a 2014. Verificamos que a vantagem do estado natal nas eleições presidenciais foi maior entre os candidatos com menor estrutura partidária nos estados menos populosos. Por outro lado, verificamos que no caso do candidato Aécio Neves, embora a vantagem do estado natal tenha sido significativa, não foi suficiente para compensar efeitos concorrentes mais importantes atuando no território. 


Palavras-chave


comportamento eleitoral; efeito de amigos e vizinhos; eleições presidenciais

Texto completo:

PDF/a


Direitos autorais 2016 Aleksei Zolnerkevic, Hilton Cesario Fernandes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em Tese, revista editada por discentes do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.